quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Feira de ciências na EE Miguel Gontijo

De 5 a 7 de outubro os alunos da EE Miguel Gontijo realizam sua II Feira do Conhecimento. Vá e conheça os trabalhos dos estudantes (para ver a programação clique nas imagens abaixo).

Jornada de 8 horas no fórum

Por determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os servidores do Poder Judiciário terão que fazer 40 horas semanais. Isto é, oito horas por dia, cinco dias por semana. Terão um intervalo de uma hora para almoço. Alternativamente, poderão dar expediente de sete horas corridas.

Como nos tribunais federais essa já é a regra, a medida terá mais efeito nos tribunais estaduais.

Professoras: contracheques emagreceram

Revolta. Foi esse sentimento que as professoras tiveram ao receberem o primeiro contracheque após a implantação do estatuto do magistério. Elas têm razão. Muitas professoras ficaram com menos do que recebiam antes. Um absurdo. Ainda mais que isto é expressamente vedado pela constituição e também pelo próprio estatuto.

Hoje, às 17 h 30 m as professoras se reunirão com os vereadores para tratarem do assunto.

As interessadas devem levar o contrachque antigo e o novo. Devem levar, também, informações sobre o tempo de casa, a titulação, as vantagens pessoais acumuladas e outros elementos que influenciam no cálculo do contracheque.

Os vereadores examinarão a questão e — de comum acordo com os profissionais do magistério — escolherão a melhor forma de ação.

Algumas professoras já adiantaram que não descartam a greve. Afinal, elas "não podem pagar pelos erros da administração que afundou a cidade em dívidas".

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Prefeito demitirá 150 empregados

Numa tentativa de acertar as contas, o prefeito demitirá cerca de 150 empregados municipais. A medida é triste e lamentável. Considerando, porém, o buraco em que o prefeito meteu as contas municipais, parece não haver escolha: ou demite alguns, ou todos ficarão sem receber seus salários e o décimo terceiro.

Justiça e critério técnico

O que se espera é que o prefeito use critérios de justiça e de boa técnica administrativa. Primeiro, deveria cortar as gratificações dos marajás que ganham muito e trabalham pouco. Seus afilhados. Depois, deveria acabar com os comissionados onde só há chefes e faltam índios. Como na garagem, por exemplo. Em seguida, deveria racionalizar os gastos. Só então deveria falar em demissão de trabalhadores.

Se o prefeito simplesmente demitir 150, é certo que colocará muitas famílias na miséria, mas não é certo que conseguirá pagar as dívidas que contraiu para a cidade.

Consolo

Será triste consolo para os que ficam saber que só receberão seus salários em dia porque 150 colegas foram demitidos. Mais triste ainda se constatarem que os protegidos de sempre ficaram.

Por falta de pagamento, médicos ameaçam parar Pronto Atendimento

Segundo Cassius Romanelli Moreira — Diretor Clínico da Santa Casa — os plantonistas do PA (Pronto Atendimento) podem parar por falta de pagamento.

Os atrasos acontecem porque a prefeitura não paga

Segundo o ofício que o médico enviou à Câmara Municipal, a Santa Casa diz que não paga porque não está recebendo da prefeitura. Por isto ela estaria desviando os honorários dos médicos para pagar outras contas. Entre os dinheiros desviados estariam pagamentos vindos do SUS, do IPSM e outros convênios.

Apropriação indébita

Se a Santa Casa estiver fazendo isto, seus administradores, em tese, estão cometendo crime de apropriação indébita. O fato de a prefeitura não pagar suas contas não dá à Santa Casa o direito de desviar os honorários dos médicos.

A população, como fica?

Os médicos têm todo o direito de ficarem aborrecidos. Têm também direito de parar. Ninguém é obrigado a trabalhar de graça. Ainda mais se a Santa Casa estiver mesmo se apropriando do seus honorários. O que não é certo é a prefeitura tratar esse assunto com tanto descaso. No final, a população será a maior prejudicada com essa irresponsabilidade.

Passou da hora de o prefeito e seus auxiliares pararem de brincar e começarem a administrar. Eles deveriam pensar em estabelecer metas, criar prioridades, eliminar gastos supérfluos, aumentar a eficiência e garantir a eficácia e a efetividade administrativas. (clique nas imagens para ler a íntegra do ofício)

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Prefeitura: Esperança no governo federal

O prefeito que quebrou a prefeitura está de olho em Brasília. A esperança é o aumento no FPM (Fundo de Participação de Municípios). Sem isto, 2009 será um ano inacabado e aziago que — com suas dívidas — contamirá 2010 desde janeiro.

O Governo Federal tem R$ 1 bilhão para repassar aos municípios. É o valor previsto no projeto de lei 62/09. Entretanto, só pretende fazê-lo em 2010. Não quer perder essa oportunidade de alavancar a candidatura da Ministra Dilma.

A oposição, por outro lado, deseja que a lei seja aprovada agora. De um lado, isto agradaria a todos os prefeitos do Brasil. De outro lado, diminuiria o impacto desse dinheiro na campanha.

Esse é o impasse que está no Congresso: oposição com pressa de aprovar; situação sem pressa nenhuma.

Por isso o DEM promete obstruir as votações até que o projeto volte à ordem do dia.

Os prefeitos quebrados têm uma dura missão: agradar a oposição que tem pressa, sem ofender a base aliada do governo, que não tem pressa alguma, mas tem a chave do cofre.

sábado, 26 de setembro de 2009

Mais creches e escolas sem gás por defeito na conta

Mais escolas ameaçadas com o fornecimento de gás

Verifiquei hoje que há outras creches e escolas com corte no fornecimento de gás. Cada diretora está tendo que se virar para não faltar a merenda das crianças.

Caraminguás difíceis

Também descobri mais alguns fornecedores que estão arrancando os cabelos tentando receber alguns minguados caraminguás da prefeitura. Material elétrico, por exemplo. Mas está difícil.

Velhos truques

Para enfrentar os cobradores a prefeitura está reinventando velhos truques. Um deles é o jogo de empurra. O prefeito diz que pagamento de contas é com a Zica. A Zica diz que não tem dinheiro e pagará tão logo entre alguma coisa. Mas, sempre que possível, os dois usam um truque mais antigo ainda: o desaparecimento do Mandrake: mandam dizer que sairam ou que estão de viagem. Aí somem mesmo. A Zica, ninguém sabe para onde. O prefeito, para Belo Horizonte ou Buenos Aires.

Enquanto isto a dívida continua crescendo.

Salário mínimo de R$ 507,00 arrebentará com as administrações incompetentes

Em janeiro o salário mínimo irá para R$ 507,00. Um aumento de 9,03%. O valor é pequeno, mas acabará de arrebentar com a adminstração  de Bom Despacho. Aqui não há planejamento financeiro. O orçamento é ficticio. As compras são feitas conforme a conveniência do prefeito, e não com base nas necessidades administrativas. A cidade está afundada em dívidas e o pagamento do décimo-terceiro dos servidores é incerto.

Salário dos Servidores
Em 2009 só tiveram aumento os servidores que recebem o salário minimo. Os demais estão a ver navios. Isto, a despeito de a Lei Orgânica lhes assegurar reajuste no mês de maio de cada ano. A mesma coisa poderá acontecer em 2010.

Se o prefeito não cortar custos, demitir os desocupados e passar a valorizar os efetivos, uma coisa é certa: o barco das finanças de Bom Despacho afundará logo em janeiro. Isto, se não tiver afundado em dezembro.

Marajás e Marajoas

Por enquanto só não sofreram com a incompetência administrativa nem perderam nada os marajás e as marajoas do prefeito. Aqueles que ocupam uma das 204 sinecuras que ele criou em janeiro de 2009. Esses não precisaram fazer concurso, não precisam ter competência e nem precisam trabalhar. No final do mês aparecem para pegar seus polpudos contracheques. Para eles o mundo é cor-de-rosa, o barnabé é um bobo e a prefeitura é uma vaca leiteira: é só mamar.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Câmara Jovem: projeto de resolução para aumentar a participação de jovens na vida política

Os vereadores Ricardinho, Jeffinho e eu apresentamos um projeto de resolução destinado a aumentar a participação de jovens na vida política do munícipio. Para baixar a projeto, clique aqui. Você pode também lê-lo na íntegra na janela abaixo.
RES006-21092009-Cria a Câmara Jovem

Prefeito viaja e deixa prefeitura atolada em dívidas


R$ 2 milhões. É quanto o Município deve. Os credores são fornecedores de carne, de gás, de óleo e gasolina, peças para veículos, toner e papel para impressora, energia elétrica, material de construção.
O atraso com o PA (Pronto Atendimento) já se acumulou novamente. Ou seja, não adiantou os vereadores terem repassado dinheiro para o prefeito pagar as contas.

A cidade está atolada. Estão sob risco de paralisação o PA, o laboratório, a farmácia, os veículos que precisam de peças. Os postos estão considerando suspender o fornecimento de combustíveis.

Procurei o prefeito para saber mais detalhes da situação. Entretanto, fui informado de que ele foi a Brasília. De lá — em companhia da família — seguiria para descansar o final de semana na Argentina.

Também me disseram que ele está fazendo por lá um curso de piloto, pois pretenderia comprar um avião para facilitar suas viagens. Contudo, não obtive confirmação sobre a viagem à Argentina, o curso de piloto e a compra do avião.

Escola Estadual Egídio Abreu recebe dinheiro para comprar móveis e equipamentos

O Governo do Estado liverou R$ 4 mil para comprar de móveis e equipamentos para a EE Egídio Abreu. O dinheiro já está disponível na SRE de Pará de Minas. Ele será usado diretamente pela diretora.

Odontologia: chegaram R$ 25 mil para a Cidade Nova

Atenção Cidade Nova: O Governo do Estado de Minas entregou ao prefeito mais de R$ 25 mil. Esse recurso deve ser usado para aquisição de equipamentos de dentista. Vamos ficar de olho. O dinheiro já está na mão. Agora é exigir que seja corretamente usado. E depressa, pois os dentes da garotada não podem esperar (veja abaixo publicação no Diário Oficial de 17/9/2009).

TV Interativa de Bom Despacho cobre II Maratona de Ciclismo

A TV Interativa acompanhou de perto o desenrolar da II Maratona de Ciclismo de Bom Despacho. Veja o filme clicando abaixo. Para ver outras reportagens da TV Interativa,clique aqui.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Feira do Livro de Bom Despacho

O SESC/LACES, o Museu da Cidade e a Biblioteca Pública de Bom Despacho promovem a já tradicional Feira do Livro. Vale a pena comparecer. Vale a pena, principalmente, levar a criançada. Haverá muita diversão além dos livros. Mas, principalmente, haverá os livros e o ambiente propício para que a garotada aprenda a gostar deles.

Programação dia 1º/10
(Unidade SESC LACES/BD- Salão Social)

13:00 - Abertura da Feira para visitação;
14:00 - Início oficinas de marcador de livro;
14:00 às 16:30 – Conversa com escritores da região
14:30 - Gincana literária;
15:30 - CineSesc Matinê (As aventuras de Azur e Asmar)
17:30 às 19:00 -Projeção de filmes do CINESESC-(documentários)
19:00 - Mesa redonda com escritores e convidados.

Programação dia 2/10
(Unidade SESC LACES/BD- Salão Social):
13:00 - Abertura da Feira para visitação
14:00 - Início oficinas de marcador de livro;
14:00 às 16:30 - Presença de escritores da região expondo seus livros num bate papo com o público presente;
14:30 - Contação de histórias;
15:30- Gincana literária;
16:30 - CineSesc Matinê (Poeta de Sete Faces-documentário Carlos Drummond de Andrade)
19:00 - Mesa redonda com escritores e convidados

Programação de 3/10
(Praça da Matriz)
09:00 às 12:00
- Presença da Livraria Mr.Book e representantes de editoras;
- Oficina com E.V.A;
- ogos de mesa;
- Caminhão Biblioteca do SESC MG.

Mais informações entrar em contato com Márcia, no setor de Biblioteca do SESC
37-35227253 ou sescmgbd@uai.com.br

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Semana de Trânsito



Continua de hoje até sexta a programação da Semana de Trânsito em Bom Despacho. O evento, organizado pela Secretaria de Trânsito, tem o apoio da Polícia Militar de Minas Gerais, Polícia Civil, Acibom, Tiro de Guerra, Unipac, Escoteiros, ABAP e outros. (clique na imagem para ler o programa)

Segundo o Secretário Marco Aurélio, a idéia é civilizar o trânsito de Bom Despacho. Neste sentido, um ponto de destaque será o respeito ao pedestre.

A iniciativa era de há muito devida aos moradores de Bom Despacho.

Uma das garantias do pedestre no trânsito é a faixa. Mas, em Bom Despacho, elas teimam em não durar mais do que alguns dias. Para evitar isto, o secretário Marco Aurélio garantiu que a próxima pintura de faixas será a quente. Com isto - garante ele - elas durarão muitos meses, até anos. É o que nós todos esperamos.

Até que os motoristas aprendam a respeitar a lei e o pedestre, é importante o apoio da PM próximo às faixas. Primeiro, com intervenções educativas. Depois, com intervenções punitivas.

Todos nós viveremos melhor com um pouco mais de gentileza e respeito no trânsito. Por isto essa iniciativa da Secretaria de Trânsito era de há muito aguardada.

Tomara que dê certo e tenha prosseguimento.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Contas do Município: de mal a pior

As planilhas mostram que situação financeira do município está pior do que parecia (veja abaixo). Somando o desconto do ICMS e a queda no FPM, daqui para dezembro Bom Despacho deverá perder R$ 200 mil ou mais, por mês. No final do ano, fontes de repasse como o IPVA são irrelevantes. Também é irrelevante o recolhimento de IPTU. Portanto, não ajudarão a tirar o município do buraco em que o prefeito o meteu.

É certo que os atrasos nas contas dos fornecedores aumentarão.

Quanto aos salários e ao décimo terceiro dos servidores, há apenas duas esperanças: ou o governo federal aumenta o repasse do FPM, ou o prefeito aprende a administrar a escassez.

Administrar a escassez é coisa que o Haroldo e seu Secretário de Administração nunca souberam fazer. Portanto, não é realista esperar solução por esse caminho.

Quanto ao Governo Federal, há esperanças. Afinal, o presidente quer eleger sua sucessora. O ano que vem é ano eleitoral. Isto significa que não falta boa-vontade para abrir a torneira. Se isso acontecer, talvez o prefeito consiga pagar o décimo terceiro. Caso contrário, os servidores ficarão na mão.

(clique na imagem para vê-la maior)



O Imortal (highlander brasileiro)

Uma cena tragicômica
JACQUES, o highlander brasileiro: depois de levar um tiro à queima-roupa, na cabeça, ao lado do olho esquerdo, quatro coronhadas na nuca, várias facadas no ombro, duas facãozadas no pescoço, uma picaretada no peito, o highlander tupiniquim saiu em perseguição a seu agressor que fugiu de medo.

Sucesso: II Desafio Maratona e III Trilhão de Bom Despacho


Domingo (20/9) realizaram-se, com muito sucesso, o II Desafio Maratona e o III Trilhão de Bom Despacho. Entre trilheiros e ciclistas, mais de 30 cidades estiveram representadas. As duas corridas aconteceram sem incidentes, sem atrasos e com uma excelente organização. O que também vem acontecendo com outros grandes eventos, como os encontros de motociclistas.

Ficou demonstrado, mais uma vez, que nossa cidade está madura e tem experiência para atrair praticantes de esportes e hobbies variados.

Apoio de Empresários

Um ponto de destaque foi o apoio do Supermercado Fidélis e de diversas outras empresas de Bom Despacho, como a Latarias Andrade, Ingradil, Empreser, Adibom, Bovepe, Metal Bike.


Apoio do Secretário de Esportes

O Secretário de Esportes do Município, Ernane de Oliveira, também esteve presente todo o tempo, apoiando como pode.

É pena que o Município não dedique mais verbas e mais atenção aos esportes. Todos os esportes. Começando pelo futebol — o mais popular — mas chegando também aos esportes que hoje são menos praticados.

Com um pouco mais de dedicação poderíamos ter atletas de alto desempenho em condições de participar de disputas nacionais e internacionais.

Apoio do SESC/LACES

O SESC/LACES também esteve presente levando diversão para a meninada. Aliás, por falar em meninada, também eles tiveram sua pista. Participaram crianças até de quatro, cinco anos. Uma excelente iniciativa, pois o gosto pelo esporte deve ser cultivado desde cedo.

É primavera

A Primavera de 2009 começa hoje (22/9) às 18 h 19 m (horário de Brasília). Nesse horário e dia acontece o equinócio, o momento em que o sol cruza o equador celeste, passando do hemisfério norte para o hemisfério sul.

A palavra equinócio vem do latim "equinox" e significa "noite igual". É assim chamado porque, nessa data, dia e noite têm tamanhos iguais em todos os lugares da Terra: são 12 horas de luz e 12 horas de escuro.

O equinócio de setembro marca para nós o início da Primavera. Entretanto, para aqueles que moram no hemisfério norte, ele marca o início do outono.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Rodoviária às escuras por falta de pagamento da conta


A Prefeitura Municipal não pagou a conta de energia da Rodoviária. Por isto, desde esta manhã, os guichês, salões e banheiros do terminal estão às escuras. Somente continuam com energia as lojas particulares.

Os guichês trabalham sob luz de vela. Computadores, fax e outros aparelhos não podem ser usados.

Segundo informações de funcionários da CEMIG, se a prefeitura não pagar a conta até as 16 horas, a religação somente será possível a partir de segunda-feira. Os passageiros e funcionários ficarão no escuro até lá.

Prefeito explica por que não limpa a cidade

Clique neste botão e ouça o prefeito explicar por que não limpa a cidade: "se falar pra mim fazer uma coisa eu NÃO faço... eu faço o CONTRÁRIO. [!]Se falar que tá sujo, aí que eu NÃO LIMPO MEMO" (Entrevista ao jornalista JB, da Difusora, dia 17).

Então é só birra? O prefeito não limpa a cidade porque as pessoas pedem para ele limpar? Está fácil de resolver. Vamos pedir ao contrário.
Começarei com uma lista pequena: Senhor prefeito, peço-lhe cumprir sua promessa com relação à seguinte lista:
  • Deixe as ruas bem sujas
  • Deixe pelo menos 10 mil cachorros abandonados pelas ruas
  • Diminua o salário dos servidores
  • Deixe atrasar o salário dos servidores e não pague o décimo terceiro
  • Deixe a saúde ao abandono como os cachorros abandonados
  • Aproveite e abandone as professoras também. Não pague os direitos que elas ganharam
  • Deixe nossas escolas municipais cairem aos pedaços
  • Não instale nem luz nem esgoto nos bairros pobres
  • Não pavimente as ruas que alternam entre poeira e lama
  • Deixe o Rosário II e o Babilônia na poeira e na lama
  • Não pague as contas dos fornecedores
Quando Vossa Excelência terminar de fazer o contrário, apresentarei a próxima lista.

Prefeito do contra

Todo mundo conhecia oposição do contra. O que ninguém conhecia é prefeito do contra. Esta invenção é exclusividade do prefeito de Bom Despacho. Só de Bom Despacho...

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

ICMS: Bom Despacho perde receita

O que está ruim pode piorar.

Desde o início de setembro Bom Despacho está perdendo R$ 68 mil por mês de ICMS. A cidade que já está atolada em dívidas vai viver momentos mais difíceis ainda. Os fornecedores sofrerão mais atrasos. O prefeito enrolará mais para conceder o aumento a que os servidores fazem jus. Salários em dia são cada vez mais incertos.

É hora de separar os bons dos maus administradores. Bons administradores mostram seu talento e competência produzindo na escassez. Maus administradores escondem sua incompetência gabando-se do que fizeram nos momentos de bonança e abundância.

Veja no Jornal de Negócios que circula no próximo sábado (18) por que o ruim pode piorar.

Amor a dois: peça de autor da cidade faz sucesso em Belo Horizonte

"TODO AMOR É UMA COMÉDIA" — é o que afirma Júnior de Sousa, autor da peça "Amor a dois" que será levada neste final de levada no Teatro do Clube dos Oficiais da PMMG, em Belo Horizonte.

A estória conta como um casal de namorados do interior de MG enfrenta suas neuroses e loucuras quando se mudam para a capital e vivem uma rotina diferente daquela que levavam na cidade pequena.

Segundo o autor, "o público participa da história como se fosse uma 'visita' ao casal.

Com Estela Mara e Matheus Vargas, a direção é do próprio autor.

Teatro Clube dos Oficiais. Rua Diabase, 200. Prado. (31) 3213 3042. (31) 9985 9549
Sex e Sáb. 20h. Dom. 19h. (18 a 20/09) Inteira: 24,00 Meia: 12,00( no local)


É uma boa opção para quem estiver em Belo Horizonte neste final de semana.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Lei do silêncio: projeto será discutido hoje

O projeto de Lei do Silêncio de Bom Despacho será discutido hoje, a partir das 16 horas, na sala de comissões da Câmara. O objetivo da lei é acabar com a produção de ruídos que interferem com a qualidade de vida dos moradores de Bom Despacho. O texto pode ser visto abaixo.
PL0102008 – Lei do Silêncio

Jornalista JB entrevista Fernando Cabral na Rádio Difusora

Para ouvir a entrevista, clique no botão abaixo.
Para baixar a entrevista, clique aqui:

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Deputados x Casseta e Planeta

 O texto abaixo foi atribuído ao grupo Casseta & Planeta. O texto fala por si:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Foi com surpresa que nós, integrantes do Grupo CASSETA & PLANETA,tomamos conhecimento, através da imprensa, da intenção do presidente da Câmara dos Deputados de nos processar por causa de uma piada veiculada em nosso programa de televisão. Em vista disso, gostaríamos de esclarecer alguns pontos:

1.. Em nenhum momento tivemos a intenção de ofender as prostitutas . O objetivo da piada era somente de comparar duas categorias profissionais que aceitam dinheiro para mudar de posição.

2.. Não vemos nenhum problema em ceder um espaço para o direito de Resposta dos deputados. Pelo contrário, consideramos o quadro muito adequado e condizente com a linha do programa.

3.. Caso se decidam pelo direito de resposta, informamos que nossas gravações ocorrem às segundas-feiras, o que obrigará os deputados a interromper seu descanso ..'

Equipe do Casseta & Planeta

A verdade é uma só: a prefeitura está sem dinheiro

Um assessor do prefeito tenta nos convencer de que o Município não está com dificuldades financeiras. Veja a seguir:

Caro Fernando,
Sobre este assunto terei que comentar, pois seu entendimento está equivocado. O município não está atolado em dívidas, muito pelo contrário. As dívidas do município são normais e aliás, esta prefeitura é uma das poucas da região que está com sua contabilidade mais em dia.


O Município está atolado em dívidas. Atrasou o pagamento do PA (Pronto Atendimento) por dois meses (pagou com dinheiro adiantado pela Câmara). Está em atraso com diversos fornecedores. Não tem dinheiro em caixa. Não deu aumento para os servidores (o atraso é desde maio).
Desafio o assessor a provar com NÚMEROS o que afirma. Vamos começar pelos empenhos liquidados e não pagos e os saldos nas contas bancárias. Inclusive na reserva para pagar salários e gratificação natalina.

Quanto a usar verba federais para aumentar salários de servidores, vc sabe que a lei não permite, pois toda verba federal vem para o município com destinação já definida no projeto apresentado em Brasília.

Eu não disse que as verbas federais podem ser usadas para aumentar salários dos servidores. Portanto, o assessor está inventando.
O caso que mencionei refere-se às 23 emendas à MP 462/09. O dinheiro dessas emendas chegará como aumento do FPM (Fundo de Participação do Município). Portanto, poderá sim, ser usado para pagar salários dos servidores.
Mas há outros casos. Por exemplo, para pagar professores e gratificar servidores da educação (FUNDEB). Ou, ainda, para assegurar o piso salarial (Lei no 11.738, de 16/7/2008). Isto sem falar nos casos de PSF e combate a endemias.
Outra forma é conseguir verbas federais para fazer pontes, esgoto sanitário, canalizar rios. Essas coisas são de obrigação da prefeitura. Quando vem a verba federal sobra o dinheiro do município que pode ser aplicado em melhores salários.


Portanto, há mais de uma forma de usar o dinheiro federal para melhorar a remuneração dos servidores.

E finalmente, prefeito que não consegue verba federal é que é incompetente. Sem essas verbas não seriam feitas tantas obras que vc e todos podem comprovar em todos os bairros da cidade.

Sem dúvida. Quanto mais verbas federais o prefeito conseguir, melhor.
Porém, meu comentário diz respeito aos prefeitos que são péssimos administradores. Arrecadam e enterram o dinheiro só deus sabe onde, e nada fazem. Depois ficam chorando pitangas, esperando as verbas do governo federal.
O prefeito deve administrar com o dinheiro do Município. Se souber fazer isto, o que vier do governo federal será muito vantajoso.
Mas não é isto que acontece em Bom Despacho.
Aqui, o dinheiro federal que chega é mal usado, dilapidado, evaporado. Por exemplo: onde está o dinheiro que veio para a Praça da Estação? Ela até hoje está sem banheiro e a locomotiva continua sem teto. Cadê o dinheiro para fazer essas coisas? Por que elas não foram feitas até hoje?
Isto mostra que a administração é péssima e não sabe nem mesmo usar o dinheiro extra que o governo federal manda.

Essa informação é para que os leitores de seu blog não fiquem desinformados, porque até agora seus comentários sobre a administração municipal são de inteiro interesse político, ou seja, tudo o que for feito, será mal lembrado por vc, para que os seus leitores acreditem somente em sua versão, mas o Parreiras estará presente aqui, sempre que a informação for destorcida ou desinformadora. Um abraço do amigo Acir Parreiras.

O assessor pode convencer a qualquer um: basta mostrar o números. Os verdadeiros. Até lá, ficaremos com as evidências que mostram o contrário:
• Atraso no pagamento do PA (Pronto Atendimento)
• Adiantamento de devolução do dinheiro da Câmara
• Atraso no pagamento dos fornecedores
• Falta de pagamento de diárias na forma da lei
• Desconto de vantagens de servidores que saem de licença
• Ameaça de diminuir o pagamento devido às professoras
• Obra inacabada na Praça da Estação (cadê os banheiros e o teto da locomotiva?)
• Interrupção na obra da ponte dos bairros Rosário e Palmeiras
• E o aumento dos servidores, que é devido desde maio?

A prefeitura está atolada. Por isto é preciso atenção especial para que o prefeito não pague outras dívidas e deixe os servidores sem salários.
Sem esquecer o décimo terceiro que deverá ser pago dentro de três meses. Até agora não há dinheiro reservado para isto.
Mas o assessor poderá me desmentir a hora que quiser: é só apresentar os NÚMEROS VERDADEIROS e eu me curvarei às evidências. Até lá, peço que ele se curve aos fatos apresentados.

Prefeito promete não atrasar salários.Tomara que cumpra!

A prefeitura publicou ontem a nota em que promete manter o pagamento dos salários em dia (veja nota abaixo).
Em primeiro lugar, tomara que o prefeito cumpra ao menos essa promessa. Foram tantas que não cumpriu que ficamos preocupados. É só ver as ruas que prometeu asfaltar, mas não afastou; tanto poste de luz prometeu colocar, mas não colocou; tanto esgoto prometeu implantar, mas não implantou...
As ruas dos bairros Babilônia e Rosário II são prova de que ele não cumpre suas promessas.
Isto lembrado, vejamos o que diz a nota:

PREFEITO GARANTE PAGAMENTO EM DIA DOS SALÁRIOS DOS SERVIDORES Enviado por em 14/09/2009 - 17:37:20
O prefeito Haroldo Queiroz manifestou-se hoje sobre notícia divulgada em um blog de um vereador do Legislativo local que afirmava que a Administração poderia passar a atrasar o salário dos funcionários da prefeitura. "Isto é uma notícias sem fundamento e que está provocando intranquilidade desnecessária junto aos funcionários e seus familiares", disse o prefeito. Ele garantiu que o pagamento - como é de costume da atual administração - será efetuado dentro do limite legal. Ao longo de todo o ano de 2009 os servidores têm recebido seus vencimentos no último dia útil do mês, cinco dias úteis antes do que exige a legislação trabalhista.


Se ele quiser, poderá manter o pagamento em dia. Basta dar prioridade ao servidor. Por enquanto, ficam os sinais de que as coisas vão muito mal. Confira alguns:
• Atrasou o pagamento do PA (Pronto Atendimento)
• Precisou de adiantamento de R$ 106 mil dos vereadores
• Está atrasando o pagamento de fornecedores
• Não paga diárias na forma da lei
• Está descontando vantagens de servidores que saem de licença
• Deixou obra pelas metades (cadê os banheiros da Praça da Estação? Cadê a cobertura da locomotiva?)
• Toca obra a passo de tartaruga (como vai a construção da ponte que liga o bairro Rosário ao Palmeiras?)
• Mais importante: onde está o aumento dos servidores que está atrasado desde maio?

Esses atrasos e descontos provam que está faltando dinheiro ou provam que o governo é burro e incompetente?
As duas coisas não são mutuamente exclusivas. Mas que está faltando dinheiro é certo.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Daltonismo: de mãe para filho

O daltonismo é uma característica genética. Na maioria de suas formas, está ligado ao cromossomo X. A mulher tem dois cromossos X (46, XX) e o homem apenas um (46, YX). Em termos simples, isto significa que o filho daltônico nunca terá recebido esta característica do pai, mas sim da mãe. O fato está ilustrado na imagem ao lado.

Um ou dois daltônicos por sala

Mulheres daltônicas são raras: mais ou menos uma em duzentas. Homens daltônicos são comuns: aproximadamente um em cada treze. Isto significa que numa sala de aula típica, com quarenta alunos, provavelmente haverá um ou dois daltônicos. As professoras precisam saber disto, sob pena de não entender por que alguns alunos não se dão bem com as cores.

Não é birra, é característica genética

A criança daltônica, após ser repreendida algumas vezes por usar cores "erradas", se retrai. Fica irritadiça quando obrigada a colorir alguma coisa. Especialmente quando cai no ridículo perante os colegas.

Ridículo que é fácil de acontecer quando a professora não está alerta para a possibilidade de estar diante de um daltônico. Um simples e bobo comentário sobre a inadequação das cores pode tornar o daltônico objeto de brincadeira dos colegas.

Identificação dos daltônicos

É recomendável que a professora procure identificar seus alunos daltônicos. Ela poderá lhe evitar sofrimentos não só na sala de aula, mas também em sua vida familiar e social.

Quando o daltônico não sabe que é daltônico, ele se envolve em discussões desgastantes. Por exemplo, quando afirma que o carro que passou correndo é verde, mas os colegas insistem que é vermelho. Ele é visto como burro. Em compensação, vê os colegas como uns chatos que fazem chacota com ele.

Para o daltônico escolher roupa é um desastre. Faz combinações de cores que ninguém considera "normal". Mas, para ele, nada há de extravagante. Com isto, acaba ganhando fama de ter "mau gosto" e de vestir-se como um palhaço.

E no dia da pátria?

A professora pede que todos compareçam vestidos de verde ou amarelo. Na hora H o daltônico chega com trajes vermelhos e se junta à turma sem constrangimento. Isto, até que a professora o repreenda e os colegas lhe puxem o pé. Daí começam o vexame e os aborrecimentos.

Dinheiro federal: o sonho dos maus administradores

Todo prefeito que administra mal tem um sonho: que chova dinheiro federal em sua horta. Em 2010, choverá. É com ele que o presidente da república alavanca as candidaturas dos seus ungidos e protegidos.


Esta semana os deputadores enfiarão 23 emendas na MP 462/09. Com isto haverá aumento de R$ 1 bilhão em repasses para o FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Dinheiro que irá diretamente para as mãos dos prefeitos.

O dinheiro ajudará na campanha da Dilma, pois chegará como benefício do governo federal. Ajudará na campanha dos deputados, pois dirão que trouxeram mais dinheiro para as cidades. Ajudará aos prefeitos que - como o de Bom Despacho - atolaram a cidade em dívidas.

Aumento dos servidores

Bem que o prefeito de Bom Despacho poderia usar este dinheiro para fazer justiça: dar o aumento a que os servidores têm direito e pagar corretamente o aumento que as professoras já ganharam mas, até agora, não levaram.

Salário dos servidores poderá atrasar

O prefeito zerou o caixa da prefeitura. Por isto não está pagando a seus fornecedores. Ou está pagando com atraso. Foi o que aconteceu com o PA (Pronto Atendimento), cujo pagamento atrasou por quase três meses. Pouco faltou para o PA fechar as portas.

Para que a população não ficasse sem antedimento médico, os vereadores adiantaram R$ 106 mil para o prefeito. Com isto ele pagou dois meses que estavam vencidos e manteve o PA aberto.

O mistério

A cidade está parada. Não há obras, não há colocação de asfalto sonrisal, não há investimentos. Portanto, a pergunta que todo mundo se faz é: onde está o dinheiro?

O salário dos servidores

Se o dinheiro continuar sumido, o próximo atraso será o do salário dos servidores. Mês passado foi difícil completar a folha. Para o pagamento deste mês (setembro) ainda está faltando muito dinheiro.

O pior é que, mesmo assim, o prefeito não suspendeu as gratificações absurdas que paga a seus protegidos.

Se o prefeito não arrumar a casa, não acabar com os desvios de todas as naturezas e não puser fim às más aplicações, não demora muito e a administração ficará paralisada de vez.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Faces do Samba - Noite de Bamba

A R$ 7,00 o ingresso, será no dia 19 de setembro, às 21 horas, o espetáculo musical "Faces do Samba". Clube Social de Bom Despacho. Informações podem ser obtidas no 3521-1612. Os ingressos estão à venda na loja Queda Livre e Escola de Música Dom Maior.

III Trilhão de Bom Despacho - 20/9/2009

Dia 20/9 Bom Despacho realizará seu III Trilhão - Encontro de Trilheiros de Bom Despacho. O evento acontecerá junto com a II Maratona Desafio de cidade. A largada também acontecerá no mesmo local. Será uma festa com muita algazarra e alegria.

Para inscrever-se, ligue para um dos telefones ao lado. Ou então clique aqui para ver o cartaz com todas as informações.

II Desafio Maratona de Bom Despacho - Trofeu Dr. Roberto de Melo Gontijo


A segunda Maratona Desafio de Bom Despacho será no dia 20 de setembro. Haverá prêmios em dinheiro, brindes e surpresas. Há espaço para todas as categorias, de estreantes e juvenis até veteranos acima de 50 anos.

Serão dois percursos. Um, de 30 km e outro de 55 km. Para as crianças menorzinhas, haverá um percuso de 400 m.

Locais para inscrição: 
Bom Despacho - Metal Bike - (37) 3522-6012
Divinópolis - Formula Bike - (37) 3222.0151
Nova Serrana - X Bike - (37) 3225-1998
Pará de Minas - Divina Roda - (37) 3232-1449

As inscrições custam R$30,00 (até 17/9) ou R$ 40,00 (após 17/9). Os ciclistas devem levar também um quilo de alimento (não vale nem sal nem fubá).

Mapa do Percurso

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Que cor é essa?

Observe as duas ilustrações abaixo. Se lhe parecerem iguais, você é daltônico. Se lhe parecerem bem diferentes, você não é daltônico.


 Entre os homens, 6% acham que as duas imagens acima são iguais. Entre as mulheres, 0,5%. Para você que enxerga a enorma diferença entre elas, isto pode não fazer sentido. Mas é assim que os deuteranômalos enxergam o mundo: não distinguem o verde do vermelho.

A diferença entre as imagens é apenas na predominância das cores. Uma tem mais vermelho, a outra tem mais verde. É essa incapacidade de distinguir essas cores que permite ao daltônico colorir de verde os lábios de uma mulher. Ou pintar de vermelho uma folhagem. Para ele, não há diferença. Por isto acha normal.

A única coisa que ele não entende é por que uma caixa de lápis de cor vem com dois lápis da mesma cor que algumas pessoas chamam de vermelho e outras chamam de verde!

Daltonismo não é burrice, não é confusão de nomes, não é troca de cores

Daltônicos não são burros. Eles não têm dificuldade para aprender o que são cores. Daltônicos não confundem nomes. Tampouco "trocam" cores. Eles não acham que verdé é vermelho e que vermelho é verde. Eles não trocam uma pela outra. Para eles, são ambas iguais. Só isto.

Agora, afigure a situação em que uma professora repreende uma criança daltônica que pintou de verde a pele de uma pessoa. A criança não consegue ver o que fez de errado. Não entende o que a professora está dizendo. Por isto fica abatida, desestimulada e até revoltada.

Isto acontece todos os dias em nossas salas de aula. Acontece em casa, também. Mães e professoras (por serem mulheres) raramente são daltônicas. Se não forem informadas de que 8% dos meninos (homens) sofrem de daltonismo, poderão causar-lhes grande e desnecessário sofrimento ao obrigá-los a "aprender as cores".

Conte os Tês

Conte quantas letras T você vê na figura ao lado. Menos de seis? Você tem alguma forma de daltonismo

Quantos são os daltônicos?

Em Bom Despacho há cerca de 3.500 daltônicos. Muitos são crianças e jovens em idade escolar. Pelo menos alguns deles estão sofrendo por causa da ignorâncias dos pais e dos professores. Outros são adultos e estão sofrendo com informações baseadas em cores.

A tristeza do daltônico é quando ele pergunta onde mora o José da Silva e o informante responde: "É a primeira casa verde depois do portão vermelho". Ele sabe que não vai encontrar nem o portão vermelho nem a casa verde.

Ao testemunha perante o delegado ele fala: "o carro era verde, Doutor". A mulher dele corrige: "Não, Pedro, era vermelho"...

Daltônicos não encontram frutas maduras

Daltônicos têm muita dificuldade de distinguir frutas verdes de frutas maduras. Para eles, são iguais. Por isto, são um desastre no pomar. Por isto criam o hábito de apertar a fruta para verificar se está madura. Ou então aprendem outros recursos, como observer manchas, brilho, pedúnculo seco.

Abaixo temos a mesma foto de uma manga. A da direita representa como o daltônico enxerga a manga da esquerda.


Namoro de daltônico

Ficou vermelha de raiva? Não adianta. O daltônico não percebe quando a namorada fica vermelha de raiva, de vergonha ou de paixão. Para ele a cara dela está sempre verde, como em qualquer outra ocasião.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Peca planta 150 árvores

Semana atrasada os jovens do PECA plantaram cerca de 150 mudas de espécies nativas na Fazenda Gaia, no Retirinho. Plantaram também algumas mudas de frutíferas.

Elano Ferraz — criador da Peca Brasil — esclarece que a sigla PECA vem de Projeto de Educação e Conscientização Ambiental. O objetivo da ONG (Organização Não-Governamental) é "conscientizar as pessoas, para então, ser realizada a preservação do meio ambiente e dos animais.

Quem se interessar pode contatar os jovens pelo e-mail peca.brasil@hotmail.com

Gripe suína: faltam reagentes para exames

Pela importância e atualidade, republico em destaque comentário que o médico e doutor Giovano Iannotti deixou sobre a notícia da gripe suína:

Prezado Vereador,

Além dos problemas estatísticos, há outro prático e político: Minas não tem os reagentes para exames há mais de um mês e meio. Atendi (sou médico) quase uma centena de pessoas com sintomas gripais, mas nenhuma fez (por não querer ou por não haver onde) o exame. Isso cria um viés intrasponível na análise de qualquer dado em relação à gripe suína. Diz-se nos meios médicos em Belo Horizonte que a irmã do governador (sempre ela) teria conseguido vetar mais essa notícia na imprensa.
 

Seja como for, os meios de comunicação brasileiros contribuíram para a criação de um clima de paranóia na população que não tem bases na realidade; em parte, quiçá, por nem saber analisar os fatos. A divulgação dos números citados por este blog expõe esses dois problemas: governo (estadual, neste caso) incompetente e imprensa incapaz.

Empiricamente falando, esse vírus na clínica não parece muito diferente dos que nos visitam a cada ano; talvez uma pouco mais contagioso. Mas nem mesmo isso se pode afirmar, pois não há dados dignos de confiança.
Saudações, 


Giovano Iannotti

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Relógio de sol: "situação de presumível abandono"

Apareceu o relógio de sol. Está guardado na garagem da Prefeitura. Até aí, o esperado.

O inesperado começa com as justificativas para o recolhimento. Acir Parreiras (veja ao lado), afirma que o relógio se encontrava em "presumível abandono". Diz também que a decisão de recolher o artefato foi tomada por "decisão colegiada de Secretários".

Vamos por partes.

Abandono presumido?

Juridicamente, afirmar que houve "abandono presumido"  é uma heresia. Abandono não se presume. Até os romanos de antes de Cristo já sabiam disto. Já por isto se vê que quem escreveu esse ofício não sabe do que está falando. Uma aberração.

Mas a aberração vai mais longe.


Anunciei a colocação do relógio no plenário da Câmara. Além dos nove vereadores, havia mais de cem pessoas. Anunciei a colocação em entrevista ao JB, da Difusora. Millhares de pessoas ouviram. Entre elas, os escutas e os leva-e-traz da prefeitura. Aqueles que correm logo para contar ao prefeito tudo que faço (eles ouvem tanto que muitas vezes ouvem o que eu não disse!). Finalmente, anunciei no Jornal de Negócios.

O relógio de sol é um artefato artístico e científico. O que coloque na praça é de um tipo raro (veja foto). Novinho, acabara de ser construído naquela manhã. Portanto, sem nenhum sinal de abandono.

Colegiado de Secretários

Mas a piada não terminou com a bobagem do "abandono presumido". Segundo Acir Parreiras, a decisão foi tomada por um colegiado de Secretrários.

Agora entendi porque a cidade está sendo tão mal administrada: os secretários estão ocupados com a discussão sobre um  relógio de sol. Enquanto isto deixam de lado o lixo, os cachorros, os buracos, a poeira, a lama, o mau atendimento na saúde.

Isto mostra bem a prioridade de quem administra com a bílis de um fígado doente e não com a atenção de administrador competente.

Comida saudável nas escolas

Mais um passo para acabar com a má alimentação nas escolas. Sexta-feira (4) o Governador Aécio sancionou o projeto de lei 898/2007 que proíbe - no âmbito das escolas do estado - o fornecimento e a comercialização de alimentos danosos à saúde. Entre eles, os que contêm altos teores de gordura saturada, gordura trans, açúcar e sal. Também serão proibidos os produtos de baixo valor nutricional.

Os níveis permitidos serão regulados por decreto do executivo.

Bom Despacho

Bom Despacho já avançou nessa direção. Desde o semestre passado estão proibidos os botecos que vendiam porcariada nas escolas públicas. 

Entretanto, a lei ajudará a melhorar a merenda oferecida pela prefeitura. Ela ainda contém excesso de sal, de doce e de gordura. Contém também produtos industrializados de baixo valor nutritivo.
A lei ajuda. Porém, o mais importante é conscientizar pais, professoras e cozinheiras. Sem a colaboração deles nossas crianças continuarão obsesas e aumentando a propensão ao diabetes e à hipertensão.

Gripe Suína e Estatística

Segundo informe do governo de Minas, a gripe suína ataca mais as mulheres e as pessoas na faixa etária de 20 a 39 anos (confira. aqui). Entretanto, os números apresentados não permitem essa conclusão. Pode-se afirmar que há mais casos confirmados envolvendo mulheres (133) do que homens (106). Afirmar mais do que isto é irresponsabilidade.

Mulheres são mais suscetíveis?

Os números não permitem concluir que as mulheres são mais suscetíveis do que os homens. Isto, por três motivos.
O primeiro é que os números são pequenos quando confrontados com a população total. O segundo é que a população feminina é maior do que a masculina. O terceiro é que as mulheres estão mais envolvidas em atendimento ao público (recepcionistas, enfermeiras, comissárias de bordo, professoras de crianças).
O primeiro elemento torna estatística suspeita, para dizer o mínimo.
O segundo exige correções que os números divulgados não contêm.
O terceiro exige uma análise das profissões das mulheres contaminadas.

As pessoas de 20 a 39 são mais suscetíveis?
Mais da metade (54%) da população brasileira tem entre 20 e 59 anos. Portanto, é natural que 55,6% das ocorrências de gripe suína ocorra nessa faixa. Portanto, os números até aqui obtidos não permitem afirmar que há maior susceptibilidade entre os adultos maduros e os jovens adultos.
As únicas faixas que destoam um pouco são as das crianças de 5 a 9 anos e dos jovens de 15 a 19. Elas representam 8,9% e 93,% da população, mas respondem - respectivamente - por 21,3% e 4,3% dos casos de contaminação. Mas os números de casos são tão pequenos que não podemos afirmar que as crianças 5 a 9 são mais sujeitas e os jovens de 15 a 19 são mais protegidos.

Os números não sustentam conclusões

Até aqui os números não sustentam conclusões quanto à relação entre faixa etária e gripe suína. Quanto ao sexo, tampouco. Entretanto, pode ser o caso de as crianças entre 5 e 9 anos estarem mais sujeitas. Não por questões orgânicas, mas porque frequentam salas de aulas contaminadas. Mas é difícil explicar porque os jovens entre 15 e 19 estariam mais protegidos. Eles são os campeões do desafio e do descuido.

Seja como for, essas duas discrepâncias (5 a 9 e 15 a 19) recomendam maior desconfiança com relação aos números. Com base neles, nenhuma afirmação é possível. Muito menos que as mulheres e as crianças são mais suscetíveis.

Distribuição da gripe em Minas Gerais

O mapa abaixo mostra a distribuição da gripe por município. A produção é da Gerência de Vigilância Epidemiológica - SES/MG.

sábado, 5 de setembro de 2009

Grupo de Seresta de Bom Despacho lança CD

Fundado em agosto de 2003, o Grupo de Seresta  de Bom Despacho tem 60 vocalistas e 5 músicos. Todas as semanas eles refinam o repertório e afinam as vozes em encontros no SESC LACES BD.

O grupo participa de missas, anima shows beneficientes e leva o nome de Bom Despacho para cidades vizinhas. E até muito mais longe. Por exemplo, na comemoração dos 60 anos do SESC MG, fez uma apresentação na Câmara Municipal de Belo Horizonte. Depois fez outra em Grussai, no Rio de Janeiro.

Para celebrar o sexto ano de criação, o grupo lançará seu 1º CD no dia 12 de outubro. No show comemorativo o grupo homenageará o músico Antônio Salgado pelos 75 anos dedicados ao acordeon.

A professora Cibele Oliveira — Coordenadora e Regente do grupo de Seresta e também cuida do lançamento do CD — pode ser contactada pelo telefone 3522-5995 ou 9941-4413.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Secretário da Administração desconta vantangens do Servidor

O Secretário Municipal da Administração mandou descontar as vantagens dos servidores que saem de licença médica. Isto é injusto e ilegal.

É injusto porque tira renda do servidor na hora em que ele mais precisa dela. É ilegal porque o servidor tem o recebimento garantido pelo artigo 101 do seu Estatuto.


Mas o secretário - que também desrespeita a lei no que tange ao pagamento das diárias - não parece ligar nem para legalidade nem para o bem-estar do servidor.

O prefeito sabe que isto está acontecendo. Eu mesmo já o alertei para o fato.

Como um secretário não pode ter mais poder do que o prefeito, deve-se presumir que o prefeito autorizou a ação dele. Ou então - invertendo a ordem natural das coisas - talvez o secretário mande mais do que o prefeito.

Isto também não seria de estranhar. Acontece em muitos governos. Na Rússia, por exemplo, Rasputin mandava mais do que o Czar. Na França de Luis XIII o Cardeal Richelieu mandava mais do que o rei. No Brasil da ditatura, o General Golbery mandava mais do que o presidente.


São os governos das eminências pardas.

Eminências pardas não ganham voto. Em compensação, confabulam, maquinam, conspiram.

Algumas vezes parece que temos dois prefeitos em Bom Despacho: na frente, um que promete casas, que promete asfalto e que garante que não descumpre nenhuma lei. Por trás, outro que dá as cartas e comanda o jogo. Uma eminência parda à moda de Rasputin.

Enquanto isto os servidores não recebem diárias como manda a lei; têm suas vantagens descontadas, a despeito da lei; não recebem o aumento que a Lei Orgânica determina...

Aprovadas alterações no Estatuto do Magistério

Em reunião extraordinária, a Câmara aprovou ontem à noite (2/9) diversas alterações no Estatuto do Magistério. A maioria destinada a explicitar direitos e melhorar a redação da lei. Contudo, cerca de meia dúzia das alterações trará ganhos financeiros significativos para as professoras. Especialmente nos artigos 71-A, 92, 95, §3., 98, §2., art. 99, §2.

Também foi importante a modificação do art. 113. De um lado, garantiu às diretoras e vice-diretoras atuais permanecerem no cargo até o final de seus mandados. De outro lado, garantiu que, no futuro, somente professoras do quadro do magistério municipal poderão ocupar diretorias e vice-diretorias.

O art. 129, embora prejudicial às professoras, permaneceu na lei. Ele estabelece que, ao sair de licença, a professora perderá as gratificações que recebe. Esta injustiça será resolvida quando forem alterados, também, o Estatuto dos Servidores e a Lei Orgânica do BDPREV. Mas isto depende de o prefeito mandar para a Câmara o projeto do novo Estatuto do Servidor.

ACIBOM promove I Jornada Empresarial

A ACIBOM, juntamente com diversas outras instituições, promove a I Jornada Empresarial que acontecerá de 14 a 17 de setembro, no SESC-LACES de Bom Despacho.

O encontro destina-se a associdados e comerciantes de Bom Despacho. Haverá palestras, oficinas, minicursos variados, sempre no interesse do aprimoramento do atendimento ao público.

Para ver o programa em tamanho legível, clique na imagem superior. Para ver o cartaz do evento, clique na imagem inferior. Para obter informações, ligue para (37) 3522-3683.

FACES DO SAMBA - Noite de Bamba

Mais uma promoção artística do Mosaico. É conferir e gostar:
 
Horário: 19 setembro 2009 de 21:30 a 23:30
Local: CLUBE SOCIAL DE BOM DESPACHO
Rua: Faustino Teixeira (*em frente o Fórum)
Cidade: BOM DESPACHO - MG
Site ou Mapa: http://www.mosaiquianoscant...
Phone: RESERVA DE MESAS - 3 521 1612
Entrada: R$ 7,00 por cabeça.
Organizado por: CACBD-Mosaico Arte e Cultura

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

TJ nega retirada de acusações de blog

A nota abaixo foi divulgada pelo TJMG. É sinal dos novos tempos. As empresas que prestam maus serviços à população que se cuidem. É passado o tempo em que a lei de imprensa servia para intimidar e amordaçar aqueles que têm o dever de divulgar falcatruas.
(Veja a página do blog clicando aqui).

A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) manteve decisão da juíza Maria Lúcia Cabral Caruso, da 7ª Vara Cível de Juiz de Fora e negou liminar de uma construtora, que pedia a exclusão de informações negativas a seu respeito veiculadas no blog

A construtora ajuizou ação de indenização por danos morais contra o empresário, acusando-o de divulgar informações falsas a seu respeito. Ela sustenta que não foi condenada pelos crimes de corrupção ativa, formação de quadrilha e superfaturamento de contrato público, como mencionados no
pessoal de um empresário do ramo de comunicações da cidade. blog. Segundo os argumentos da construtora, tais acusações se basearam na “deturpação” de uma sentença condenatória proferida em Guarujá (SP) e estão causando danos à sua imagem, honra e reputação.

A ação civil pública movida contra a construtora no estado de São Paulo não corria em segredo de justiça, ou seja, a sentença condenatória que teria dado ensejo às acusações divulgadas no
blog era pública. Assim, o desembargador Alvimar de Ávila (relator) considerou “imprudente” a concessão de liminar para retirada das informações da internet, tendo em vista a “observância aos princípios constitucionais da liberdade de expressão e do livre acesso à informação”.

Segundo o relator, a liminar deve ser negada porque não ficou demonstrado “o dano efetivo à reputação, honra objetiva ou imagem comercial” da construtora. Para que fique configurado abuso no exercício da livre manifestação do pensamento pelo autor do
blog, é necessária a apuração da relevância e da veracidade das informações divulgadas, o que só é possível no decorrer do processo.


Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom
TJMG - Unidade Raja Gabaglia
Tel.: (31) 3299-4622
ascom.raja@tjmg.jus.br

Processo: 1.0145.09.538329-8/001
b56a63c5-6e12-4ad3-81ef-13956069e781