sábado, 27 de fevereiro de 2010

Rádio Tropical transmite sessões da Câmara Municipal de Lagoa da Prata

Em Lagoa da Prata a Rádio Tropical AM 790 transmite as sessões da Câmara Municipal. Com isso os cidadãos podem mais facilmente acompanhar o que fazem os seus vereadores.

Em Bom Despacho não há transmissão. Sabemos, porém, que a Rádio Difusora se prontifica a fazê-lo. Basta apenas acertar com a Mesa Diretora.

Seria muito bom para todos.

Programa de apoio a museus poderia beneficiar o Museu de Bom Despacho

Mais Museus: Inscrições Abertas

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) divulgou na quinta-feira, 21, mais uma edição do Edital Mais Museus. Poderão ser beneficiadas cidades com até 50 mil habitantes e que não possuem instituição museológica. A iniciativa faz parte do Programa Museu, Memória e Cidadania e vai formar um banco de projetos que serão apoiados financeiramente durante o exercício de 2010.

Os projetos podem ser elaborados por pessoas jurídicas de direito público e pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos, excetuando-se aquelas vinculadas à estrutura do Ministério da Cultura - MinC, interessadas em obter apoio financeiro para implantação de museus.

O apoio consiste na aquisição de equipamentos e mobiliários; elaboração de projetos para execução de obras e serviços; instalação e montagem de exposições; restauração de imóveis; elaboração de projetos museológicos ou museográfico; e benfeitoria em imóveis.

As inscrições estarão abertas no período de 8 de fevereiro a 10 de março. Os interessados em participar da seleção devem enviar propostas, exclusivamente via postal, para o Departamento de Difusão, Fomento e Economia dos Museus do Ibram/MinC.

Conheça o Edital Mais Museus 2010
Anexo 1 - Modelo de encaminhamento projeto ao IBRAM
Anexo 2 - Declaração de adimplência do proponente
Anexo 3 - Formulário do Edital Mais Museus
Anexo 4 - Declaração de indicação do Coordenador Técnico do projeto
Anexo 5 - Declaração do Coordenador Técnico
Anexo 6 - Declaração de encaminhamento dosumentos
Anexo 7 - Declaração de funcionamento regular (entidade privada)
Anexo 8 - Portaria 127

Informações: (61) 2024-6207 e fomento@ibram.gov.br.
Fonte: Assessoria de Comunicação, Ibram/MinC
Data de Publicação: 08/02/2010

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Governo federal liberou R$ 2,2 milhões para obras em Bom Despacho

No início de fevereiro o governo federal liberou R$ 2.189.262,50 para execução de obras em Bom Despacho. Os valores são assim distribuídos:

Valor (R$) Finalidade
865.840,00 Asfaltamento São Joaquim D. Marta, Babilônia, Jardim América,
Rosário II e outros
495.000,00 Construção de unidades de atendimento básico à saúde
488.100,00 Construção de dois centros poliesportivos
340.322,50 Compra de dois caminhões e uma retroescavadeira
2.189.262,50 TOTAL

O governo federal fez a sua parte. Agora temos que fazer a nossa: ficar de olho no dinheiro. Acompanhar as licitações e a execução das obras. Ver se o asfalto tem a largura, comprimento e espessura certos; conferir a qualidade do material dos ginásios poliesportivos; ver onde as máquinas são usadas...

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Detonautas cantam "Ladrão de Gravata"


(Clique para ouvir)

Ladrão De Gravata
Detonautas
Composição: Tico Santa Cruz E Tiago Mocotó

Vou rimando na velocidade alucinante
Num caminha mais distante
Onde a luz não vai me pegar
A ciência ainda não explica
porque é que a gente fica
aqui parado apanhando sem revidar
vou rimando afobado
mas não vou ficar parado
é melhor tomar cuidado
eu também quero bater
e quem não está do meu lado
é melhor ficar ligado
este jogo tá errado
vou virar, vou vencer
Eu quero ver, eu quero ver
eu vou virar, vou vencer
Eu quero ver, eu quero ver
Um dois três vai

Cata, o cara é ladrão de gravata
só vive atrás de mamata
achando que aqui tem babaca (2x)

intriga, "k-ô", armação
troca de favor, mentira, corrupção
depois aparece na televisão
com a cara lavada dizendo que não
A culpa é tua mané, que colocou ele lá
agora sabe qual é?
você vai ter que aturar, mas se você percebeu
que ele roubou de você
então faça como eu: eu vou virar, vou vencer
Eu quero ver, eu quero ver
eu vou virar, vou vencer
Eu quero ver, eu quero ver
Um dois três quatro

Cata, o cara é ladrão de gravata
só vive atrás de mamata
achando que aqui tem babaca (2x)

intriga, "k-ô", armação
troca de favor, mentira, corrupção
depois aparece na televisão
com a cara lavada dizendo que não
A culpa é sua mané, que colocou ele lá
agora sabe qual é?
você vai ter que aturar, mas se você percebeu
que ele roubou de você
então faça como eu: eu vou virar, vou vencer
Eu quero ver, eu quero ver
eu vou virar, vou vencer
Eu quero ver, eu quero ver
Vai se foder então

Cata, o cara é ladrão de gravata
só vive atrás de mamata
achando que aqui tem babaca (2x)

- Aí, tem uma parada aí que acho que vai rolar uma sobra de uma grana boa mermão
- Quantos porcento?
- Ah, sei lá... 60% pra gente
- 60% pra quem?
- É, vamo dividir, né?
- 30 à 30?
- 30%
- Ou 60 pra mim?
- 30, eu gostaria de roubar tudo

Prefeitura se esquece de agentes de controle de endemias

Dia 23 a Secretaria da Saúde enviou mais de trinta agentes ao Engenho do Ribeiro. Eles sairam no início da manhã com a missão de fazer uma limpeza geral à cata do mosquito da dengue. Até aí, uma excelente ação, pois estamos muito necessitados de uma limpeza geral.

O problema começou quando chegou a hora do almoço: a prefeitura não lhes deu dinheiro para comprar comida, não lhes deu comida e não mandou o ônibus pegá-los. Ficaram sem almoço.

Por volta das três horas da tarde uma alma caridosa lhes deu uma panela de arroz com frango. Foi o que eles comeram. Numa varanda, usando as mãos como prato.

A secretaria da saúde deve cobrar o máximo de empenho dos agentes de combate à dengue. Em contrapartida, deve tratá-los de forma mais responsável, mais respeitosa e mais digna. E bem que poderia mostrar, também, mais organização e planejamento.

Incêndio fictício para cobrir improbidade?

Idéias de jerico abundam. Veja se essa não é mais uma delas.

No dia 12/2 um caminhão-pipa da prefeitura estava no lugar errado, na hora errada, fazendo coisa errada. Aí aconteceu um acidente e o caminhão se arrebentou (veja a foto ao lado).

Ao contrário de outras vezes em que essas coisas aconteceram e ninguém viu (ou muitos fingiram não ter visto), dessa vez o assunto veio logo a público. Por isso os responsáveis estão em busca de uma explicação para dar satisfação ao contribuinte. Foi aí que surgiu a idéia de jerico: dizer que o caminhão foi ao local combater um incêndio. Portanto, um ato emergencial e até heróico.

Logo, porém, apareceu um menos jerico para lembrar que incêndio deixa vestígio. Alguém poderia pedir uma perícia no local...

Mas, como uma idéia puxa a outra, o jerico não se apertou. Arranjou logo outra idéia: mandar botar fogo numa área para deixar a "prova" de que o incêndio realmente aconteceu.

Ninguém sabe até onde poderá chegar a astúcia desses jericos!

Caminhada do João Jiló

Pelo sexto ano consecutivo, intrépidos pedestres farão a Caminhada do João Jiló. Trata-se de um passeio que começa às seis horas da manhã, na Praça da Matriz, defronte o hospital Dr. Miguel. Dali segue rumo leste (em direção à Passagem). No alto faz uma giro à esquerda e vai contornando até o caminho do Vilaça e chega à MG-164, de onde volta à Praça da Matriz.

A caminhada sempre ocorre na sexta-feira da paixão. Esse ano, portanto, será no dia 2 de abril próximo.

O percurso tem 22 km e é realizado em cerca de 4 horas. A velocidade (5,5 km/h) é própria mesmo para quem nunca caminhou na vida.

Qualquer pessoa pode participar.

Os interessados podem também adquirir uma camiseta comemorativa. O custo deverá ser em torno de R$ 15,00 a unidade.

MP acusa de fraude Controladora Geral de Bom Despacho

O Ministério Público acusa Maria Helena Mesquita Londe de fraudar licitações e concursos públicos em Araxá-MG.

Segundo jornal Diário de Araxá, o Promotor Marcus Paulo disse que: o pedido de cancelamento deste concurso é amplamente baseado em provas cabais que houve irregularidades, uma montagem na licitação. A administração municipal escolheu uma modalidade de licitação que é a Carta Convite, convidando três empresas, mas uma é de fachada. A empresa AMN pertence a mesma pessoa que é proprietária da Comaj, vencedora do processo licitatório do concurso de Araxá. Portanto, a licitação está viciada desde o começo e não pode prosperar.

De acordo com a notícia, Maria Helena Mesquita Londe é proprietária das empresas COMAJ e AMN. A COMAJ está em seu próprio nome, mas a AMN, em nome de laranjas.

Embora pouco conhecida na cidade, Maria Helena é Controladora Geral do Município de Bom Despacho.

A empresa AMN foi a mesma que organizou o processo seletivo simplificado aplicado aqui, em dezembro passado. Foi quando aconteceu o caso de provas plagiadas.

Isso explica por que a Controladora, ao decidir sobre representação que apontava irregularidades na contratação da empresa AMN, concluiu que nao havia falhas. Não admira. Afinal, ela decidia em causa própria.

A empresa é também investigada em Bom Despacho e diversas outras cidades de Minas e até em outros estados. Sobem a várias dezenas os processos contra Maria Helena e suas empresas.

"Robolation" - a moda que parece não acabar nunca

O André Durock achou um vídeo sobre a moda que não passa nunca: o "robolation". Como essas coisas só acontecem em Brasília (e nunca acontecem aqui), achei bom transcrever o vídeo para que todos saibam um pouco mais sobre o assunto.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Resposta à interpelação do prefeito e seus secretários

Na sessão de hoje (22/2) li no plenário da Câmara a resposta à interpelação que o Prefeito e seus secretários me fizem. A íntegra, em PDF, pode ser lida clicando aqui.

Para ler página a página, clique nos ícones abaixo.

O Porcalhão do carnaval

A sujeira no carnaval estava por todos os lados. Lixo, urina, restos de comida havia por todos os cantos. O fedor da urina ainda deve estar empestecendo a Praça. Mas quem ganhou mesmo o troféu de porcalhão do carnaval foi o churrasqueiro da foto.
A despeito das unhas sujas, das roupas impróprias, do acondicionamento inadequado da carne, ele passou incólume pelos vigilantes da saúde pública de Bom Despacho. Uma coisa impressionante!

Caminhão acidentado: quem pagará pelos danos?

Dia 12, sexta-feira, um caminhão-pipa da prefeitura foi danificado num acidente. Até aí, coisas que acontecem. Mas o que aconteceu e não deveria nunca acontecer, é que o caminhão estava sendo usado no transporte de água para uma granja particular.
 
A seguir a tradição que o prefeito vem mantendo até agora, ele deverá mandar a conta para que nós paguemos.

Isso já aconteceu antes. Há pelo menos cinco carros da prefeitura que foram destruídos em situação irregular. Dirigido por quem não tinha habilitação e fazendo coisas que veículos do município não deviam estar fazendo: transportando bêbedos depois de festa, fazendo viagens particulares, prestando serviços para empresas.

 
O IPTU está chegando. Talvez o prefeito conte com esses recursos para pagar mais esse prejuízo.
 

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Servidor da Secretaria de Saúde reclama de desrespeito

Um servidor da Secretaria da Saúde mandou-me a mensagem abaixo. Para evitar perseguição, mantenho o nome em sigilo. A mensagem fala por si mesma e dispensa comentários:

Boa noite Fernando Cabral. Venho por meio deste manifestar, em nome dos funcionários que trabalham para a Secretaria Municipal de Saúde,a respeito das ameaças que os mesmos estão sofrendo por parte da Marisa (coordenadora dos PSFs) e da Quimênia (coordenadora do RH). Tais pessoas estão aterrorizando a vida de seus funcionários com ameaças e humilhações. Geralmente fazem isso às portas fechadas, não dando oportunidade do funcionário se defender. Esses chefetes como o Sr. mesmo mencionou anteriormente se sentem no direito de menosprezar os serviços de quem realmente trabalha! Obrigam que façam horas extras e alegam que gratificações são para pagar essas horas a mais que trabalham. Pelo pouco que sei, gratificação é uma coisa e hora extra é outra. Porém, a elas, as horas extras são pagas e muito bem pagas. Com dias e dias de folga. A Secretária de Saúde sempre omissa a essas questões. Delegando funções a pessaos sem a mínima estrutura para isso. Que agem como chefes, onde, o que os funcionários almejam, são líderes! Gostaria que fosse averiguado a insatisfação dos funcionários, principalmente os efetivos! Porque quem é efetivo não deve favor político a ninguém, foi mérito e competência ter passado num concurso público. Porém, Marisa e Quimênia, não vêem dessa forma. Querem todos [] como elas. Puxando o saco da Secretária para garantir seu ganha pão. Por favor, nos ajude!!! A insatisfação é total! Qualquer profissional pode falar disso! Médicos, Agentes de Saúde, Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem,Auxiliar de Serviços Gerais, etc.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

SALÁRIO DOS PROFESSORES: MINAS É O 18º NO RANKING DOS ESTADOS

Dia 17 de fevereiro o jornalista José de Souza Castro publicou o artigo abaixo no blog do Professor Massote (clique aqui para ver o original). O assunto interessa às professoras estaduais que trabalham em Bom Despacho. Interessa, também, às professoras municipais que vivem drama semelhante. Por isso transcrevo na íntegra:

Este blog publicou no dia 8 de dezembro passado artigo intitulado “Professores mineiros pedem socorro”, no qual me baseei numa mensagem de professor não identificado que leciona Matemática para alunos do 3º ano do 2º grau da rede estadual de ensino e que disse receber piso salarial de 545 reais. Registrei que no fim de 2007 a secretária estadual de Educação, Vanessa Guimarães, afirmou ter encaminhado à equipe econômica do governador Aécio Neves proposta para elevar o piso salarial dos professores a 800 reais, a partir de janeiro de 2008. Qual, portanto, a minha surpresa, ao receber agora levantamento nacional sobre salários das redes estaduais de ensino, feito em setembro último, revelando que o salário pago pelo governo mineiro é de R$ 336,26 para professores de nível médio, de R$ 410,24 para professores com licenciatura curta e de R$ 500,49 para os com licenciatura plena.
O mais incrível é que a remuneração de todos eles é a mesma: R$ 850,00. (No site do Sebrae paulista, aprendo: “A remuneração pode ser definida como a somatória dos benefícios financeiros, dentre eles o salário, pago ao empregado por um empregador, em função de uma prestação de serviços. Tal remuneração será acordada através de um contrato assinado entre empregado e empregador. O salário é uma espécie de remuneração. Podemos utilizar como analogia a figura de uma cesta de frutas, na qual a remuneração representa a cesta e, o salário, uma das frutas”.) Pois, para fazer jus a essa expressiva remuneração, os professores precisam trabalhar 24 horas semanais. Suspeito que nessa conta não estão incluídas as horas que gastam em casa preparando aulas e corrigindo exercícios dos alunos.
O espantoso, nessa revelação, é que em 5 de agosto de 2004, em solenidade no Palácio da Liberdade, o governador Aécio Neves sancionou o tão esperado Plano de Carreira dos Profissionais da Educação Básica, prometendo que seriam beneficiados 234 mil servidores ativos e inativos da área da educação. Pode-se ler...CLIQUE AQUI: aqui trechos do discurso do governador:
“Peço que guardem este número: 234 mil servidores. Se o setor da Educação fosse uma empresa, seria hoje uma das maiores corporações mundiais, em número de funcionários. E todos eles serão beneficiados por este novo Plano de Carreira. Mais simples, mais direto, mais transparente e mais justo, o Plano oferece aos servidores maior número de opções e possibilidades de acesso, amplia a liberdade de escolha e elimina um cipoal de regras e regulamentos antes impostos aos profissionais do ensino.”
Depois de afirmar que a remuneração passaria a ser feita de acordo com a qualificação acadêmica do profissional – e não mais pelo seu nível de atuação – e de lamentar que “os professores das primeiras séries do ensino fundamental – responsáveis pela alfabetização – sempre tiveram remuneração inferior à dos professores de 5ª à 8ª série ou do ensino médio, mesmo que apresentassem vários títulos de pós-graduação”, admitiu Aécio Neves:
“Há clara defasagem salarial, com a qual ainda somos obrigados a conviver, mas estejam certos de que o Estado tem a visão clara de que esse problema também precisará e será superado com o trabalho sério que estamos fazendo na gestão das finanças públicas. E tenho a absoluta convicção de que, dentro de muito pouco tempo, nós estaremos também resgatando, do ponto de vista salarial, os profissionais da educação em Minas Gerais.”
Pois bem. Passaram-se mais de cinco anos, e o que verificou, em setembro de 2009, o Sindicato Apeoc, dos servidores da rede pública de educação do Ceará, ao fazer uma análise comparativa salarial dos professores das redes estaduais em todo o país?
Minas Gerais está em 18º lugar, no ranking dos estados sobre as remunerações para professores com licenciatura plena e jornada de 40 horas semanais, em início de carreira. A pesquisa completa pode ser vista...CLIQUE AQUI: aqui. O Distrito Federal é o que paga mais (R$ 3.227,87), seguido do Maranhão (R$ 2.810,36) e de Roraima (R$ 2.806,04), enquanto em Minas a remuneração não chega a 1.417 reais. Pior do que isso, só oito estados, embora nos orgulhemos de ter o terceiro maior PIB (Produto Interno Bruto) do país. A hora-aula para os professores mineiros vale apenas R$ 7,08, contra R$ 16,13 no Distrito Federal.
Só para comparar, veja este anúncio veiculado há seis dias no...CLIQUE AQUI: Banco Nacional de Empregos , oferecendo vaga para pedreiro em obra de construção de apartamentos em Belo Horizonte: Salário: R$ 1.100,00. Observações: Carteira assinada, salário + produtividade + benefícios: cesta básica + vale transporte + seguro de vida.
O que explica essa situação que envergonha os professores mineiros? É uma questão de prioridades. Aécio Neves preferiu gastar em obras, como a construção da Cidade Administrativa, e em infraestrutura, relegando para uma das últimas prioridades o investimento em professores. O site do governo destaca, por exemplo, que 3.550 escolas estaduais foram atendidas com melhorias de mobiliário e equipamentos escolares, desde 2003. Entre esses equipamentos, não poderiam faltar os computadores, mas apenas 2.393 professores e técnicos escolares foram capacitados em informática.
Ninguém nega o esforço da maioria dos professores para superar essas dificuldades, mas o resultado pode ser visto no teste aplicado em 2008 pelo Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica (Proeb). Em Matemática, apenas 3,8% dos alunos do 3º ano do ensino fundamental apresentaram o resultado recomendado. No 9º ano, foram 18,8% e no 5º ano, 44,7%. Em Português, os resultados recomendados foram, respectivamente, de 30,4%, 28,0% e 31,5%. Os dados podem ser conferidos no site do...CLIQUE AQUI: governo.O fato é que os professores, ao contrário dos pedreiros, perderam a capacidade de se organizar para exigir remuneração justa. Nem sempre foi assim. Quando Magalhães Pinto governava Minas, uma professora que participava de uma manifestação na Praça da Liberdade deu-lhe com uma sombrinha na careca. Isso ocorreu antes do golpe de 1964. Após o golpe, no governo Francelino Pereira, os professores fizeram duas greves de grande repercussão na imprensa, e delas nasceu o seu sindicato (Sind-UTE) que hoje parece ter sido cooptado pelo governo e não tem reagido a essa situação de vexame.
Ao discursar há mais de cinco anos, no lançamento do Plano de Carreira, Aécio Neves deixou transparecer um pouco de sua mentalidade, ao dizer: “Se o setor da Educação fosse uma empresa, seria hoje uma das maiores corporações mundiais”. Não há de se negar, o neto de Tancredo Neves tem um espírito empresarial. E dos mais tacanhos. Para esse tipo de empresário, empresa boa é aquela que lucra muito à custa, principalmente, dos baixos salários. E da qualidade, por consequência.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Prefeitura continua dando o cano na parte mais fraca

A despeito das bazófias do prefeito, a prefeitura continua empurrando seus débitos com a barriga. Especialmente as partes mais fracas. Segue a mensagem de protesto de mais um trabalhador que o prefeito ainda não pagou:

Boa noite Fernando.
Gostaria de pedir para que você nos desse uma força, quanto ao pagamento das férias que o prefeito tem que pagar todo dezembro, aos funcionários contratados como os agentes de endemia e os comunitários de saúde, e isso não aconteceu ate hoje. E já fizemos compromisso com esse dinheiro já que não temos férias gostaríamos de recebê-la o quanto mais rápido possível.
Somente os contratados da educação receberam o chamado acerto, quando ligamos para lá eles mandam a gente falar com a secretária de finanças que responde assim:
quando entrar recurso a prefeitura vai pagar. Falei isso para os meus credores mas eles não quiseram nem saber. Mais uma vez meu muito obrigado aguardo uma resposta.
abraço

Cidadão reclama contra lâmpadas apagadas defronte à prefeitura

Morador reclama da falta de iluminação na Praça Irmã Albuquerque:

Caro vereador, venho aqui expressar meu descontentamento em relação a praça em frente a prefeitura municipal.

Sempre quando passo pela referida praça durante a noite, as luzes estão apagadas e o local se torna um motel ao ar livre. Parece que nem a prefeitura e nem a policia militar se incomodam com a situação, deixando tudo de lado. Será que o municipio não tem dinheiro para pagar a conta de energia da iluminação da praça?


Com a palavra, o prefeito.

Morador do São José protesta contra protesto

Um morador do São José apresenta o seguinte comentário à mensagem (clique aqui para ver a mensagem original) de outro morador do São José:

Caro Fernando Cabral,hoje, lendo o seu blog me deparei com a mensagem de um vizinho aqui do bairro postada em 29/01/10 o qual enaltece (acho que até exageradamente) as qualidades do São José: que os moradores são de classe média alta (Estão nessa classe 50% dos empresários do país, 60% dos profissionais autônomos, 90% da classe política e legislativa, 60% da classe judiciária e 70% dos oriundos de famílias tradicionais). Será que temos tudo isso aqui? Arrojo de suas construções? Pode-se contar nos dedos esses tipos de construções. Lotes valorizados e ruas revestidas de mato tudo bem a partir daí concordo com ressalvas. Os lotes valorizados são um exemplo de como cidadãos não têm um minímo de educação pois como o caro vizinho relatou não só as ruas são revestidas de mato os lotes parecem matas e locais de despejos onde os caros vizinhos de classe "média alta" jogam seus lixos, entulhos de construção etc. Será que uma lixeira para colocar na porta das arrojadas construções vão desvalorizá-las? Hoje mesmo colocaram fogo em um lote vago. Já fui na prefeitura, reclamei, liguei para a policia me disseram que não poderiam fazer nada. Agora como dizer que um bairro onde tem: lixo espalhado pra todo lado, lotes que servem de foco de dengue e entulhos de construção de cartão de visitas. Sinceramente as pessoas donas desses lotes deveriam ter vergonha e a prefeitura cumprir seu papel. Como dizem a crise é de caráter.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Carnaval: higiene nota ZERO

A despeito do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado com o Ministério Público, as coisas não vão bem no carnaval da Praça da Estação. A falta de higiene é completa. O fedor de urina tomou conta. Mas o pior acontece no quesito comida. Não há fiscalização de nenhuma natureza. Os "churrasquinhos de gato" são feitos no meio da maior sujeira. As fotos falam por si mesmas.
É impressionante constatar o que a Vigilância Sanitária deixa acontecer às vistas de todos.
Observe-se o local onde o churrasco é feito: sob poeira da rua, sem refrigeração, com cães em volta. O preparador está com chinelo fio de dedo, semi-nu, sem luva, sem proteção no cabelo. E o que é pior: suando sob a temperatura de 34 C. A superfície está enferrujada.

Ah! Você viu onde está a água que usam para lavar mãos, instrumentos e carne? Viu não? Pois é, nós também não. Mas não se preocupe: a tábua de cortar (sob a mão do preparador) é limpa com a mão dele ou com o paninho que você vê na foto.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Carnaval continua incomodando

Escreveu a leitora do blog:

Olá Fernando,

Conforme decidido em reunião com membros de diversos setores da cidade, o carnaval não deveria incomodar a população de Bom Despacho, mas na casa da sogra do prefeito as pessoas parecem desconhecer o acordo. O som perturba mais que na Praça da Estação, não respeitam a vizinhança e ainda criticam os moradores. Quem passou pela rua na noite e madrugada de domingo para segunda pode verificar a altura do sol que incomodava a todos. Que no próxio ano isso não aconteça. Onde deveria ter exemplo, há vandalismo.

Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate a endemias ganham plano de carreira e piso salarial

A emenda constitucional nº 63 determinou que lei federal estabelecerá piso salarial e plano de carreira para os agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias. Veja como ficou o §5º do art. 198 após a emenda 63:

§5º Lei federal disporá sobre o regime jurídico, o piso salarial profissional nacional, as diretrizes para os Planos de Carreira e a regulamentação das atividades de agente comunitário de saúde e agente de combate às endemias, competindo à União, nos termos da lei, prestar assistência financeira complementar aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, para o cumprimento do referido piso salarial.

Direito à alimentação ganha foro constitucional

Na primeira sessão do ano, dia 4/2, o congresso aprovou a emenda constitucional nº 64 que altera o art. 6º da Constituição. Essa alteração torna a alimentação um direito constitucional do cidadão. Veja como ficou:

Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.

Caminhão pipa cai no mata-burro e Praça da Estação fede mais

Em viagem extra-oficial na tarde de domingo, o caminhão-pipa da prefeitura caiu num mata-burro. Em consequência, a Praça da Estação federá mais do que o normal. É que o caminhão seria usado para lavar a urina dos foliões. Agora, quebrado, não há como.

O que todos querem saber é: o que o caminhão-pipa estava fazendo quando caiu no mata-burro? Por que foi rebocado à noite e escondido na garagem municipal?

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Conheça o TAC do Carnaval

A fim de garantir proteção aos idosos, aos jovens, às crianças, o Ministério Público exigiu que o responsável pelo carnaval assinasse um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta). Entre os principais objetivos estão: a) assegurar o sossego de quem reside na região; impedir o consumo de drogras e afastar os menos das bebidas alcoólica; controlar a violência.

Entre os dias 14 e 17 de fevereiro, o som deve ser desligado às 3 horas da manhã. Não haverá tolerância. Também a venda de bebidas deve ser suspensa com o desligamento do som. A área VIP deve ser evacuada no prazo máximo de 30 minutos.

Embora o TAC não elimine todos os problemas trazidos confusão do carnaval, deverá haver uma melhora acentuada.

O inteiro teor do TAC, em formato PDF, pode ser lido clicando-se aqui.
As páginas, em formato JPEG, podem ser lidas clicando nos ícones abaixo.


.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Governador Arruda continuará preso

Preso na quinta-feira (11/2) o governador Arruda, do DF, deverá permanecer preso pelo menos até o dia 17. É que o Ministro Marco Aurélio denegou pedido de habeas corpus impetrado ontem (11/2). Como o plenário só deverá analisar o pedido no dia 17, pelo menos até aquela data o governador deverá permanecer preso.
Arruda é acusado de comandar um mensalão no governo do Distrito Federal.

Carnaval já começa incomodando

Na primeira noite de carnaval, uma moradora das cercanias da Praça da Estação comenta:

Boa noite, Fernando.
Eu como moradora das mediações da festa carnavalesca oferecida pelo prefeito, fico indignada como pode ser isso... A cidade enfrenta uma epidemia de dengue, com casos gravíssimos e o senhor prefeito simplesmente prepara uma festa para 6 dias. O barulho é horrível, parece até que as janelas virão ao chão.
Nossos filhos ( crianças) não dormem. É tudo um absurdo. Até quando o povo sofrerá com as sandices do prefeito municipal?
Um abraço.
XXXXXX

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

STJ decreta a prisão do governado Arruda, do Distrito Federal

Por 12 votos a 2, os ministros do STJ decretaram a prisão do governador Arruda e mais quatro pessoas envolvidas no escândalo do DEMensalão. O motivo foi a tentativa de interferir no andamento do processo com a compra de testemunha.

Veja mais informações aqui e aqui.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Leia a interpelação que o prefeito e seus auxiliares me mandaram

Uma quadrilha fincou base de operação na Prefeitura Municipal de Bom Despacho. Uma de suas atividades é fraudar licitações. Mas não só. Seus membros atuam também em outros ramos do enriquecimento ilícito.

Faz tempo venho denunciando esses fatos ao prefeito e seus auxiliares. Por inúmeras vezes pedi providências. Depois de um ano de inércia, resolveram agir. Porém não contra os quadrilheiros, mas contra mim: tentam me amordaçar mediante a pressão de uma interpelação extrajudicial.

Nos próximos dias lhes enviarei resposta formal. Nesse ínterim, quem quiser poderá ver a íngtegra da interpelação clicando aqui. Minha resposta será publicada em breve.

Casamento milionário com dinheiro público

O Brasil assiste estarrecido ao caso da roubalheira em Brasília. Mais estarrecido, ainda, ouve o Governador José Roberto Arruda dizer que é inocente. Como, aliás, jurou que o era, por ocasião da violação do painel do Senado. Depois confessou e pediu perdão. Cara de pau!
Dinheiro que vem fácil vai fácil
Depois foi a vez de Brasília se estarrecer com o casamento do Secretário da Educação, José Luiz Valente. Três coisas chocaram:

a) No caríssimo casamento, as alianças foram descidas de um helicóptero.
b) A noiva usava um vestido ousado. De pouco tecido da cintura para baixo, no torso era de tecido nenhum: simples pintura corporal
c) Valente é um dos secretários que recebiam pacotes de dinheiro distribuído entre membros do governo do governador Arruda.

Aliás, o comportamento de Valente já havia chamado a atenção de há muito. É que ela gastava fortunas nas noites de Brasília.

É como dizem: vem fácil, vai fácil.

É por essas e outras que o cidadão arregala os olhos quando secretários e prefeitos exibem sinais exteriores de riqueza incompatíveis com seus vencimentos.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Prefeitura continua dando o cano em uns e privilegiando outros

A empresa MULT Equipamentos está revoltada com o cano que está levando da prefeitura. Desde junho a prefeitura não paga o que lhes deve. Olhe que o valor (para a prefeitura) é pequeno: apenas R$ 1.109,20.

E bom lembrar que a prefeitura também não pagou a rescisão contratual das professoras demitidas em dezembro. Além disto, anulou diversas notas de empenho, transferindo débitos de 2009 para o orçamento de 2010.

Apesar de tudo isto - em entrevista de final de ano concedida à Rádio Difusora - o prefeito garantiu que encerraria o ano com todas as contas pagas.

Já pensou se o nariz dele crescesse como o do pinóquio?

Boa tarde caro Fernando!
Venho através deste contar com sua colaboração pois estamos insatisfeitos com a atual administração e gostaríamos de fazer uma denuncia aqui em seu repeitado site; Somos uma empresa de autopeças, e estamos lutando para mantermos no mercado com todas as nossas contas em dia. Em junho passado, a prefeitura fez duas compras conosco e até o momento não tem honrado com o pagamento, sei que o valor não é tão expressivo mas não deixa de ser uma dívida. Como não temos nada a esconder, vou descrever aqui os numeros das notas fiscais com os respectivos valores.
NF 000022 EMITIDA EM 02.06.2009 NO VALOR DE R$658,20 E NF 000052 EMITIDA EM 19.06.09 NO VALOR DE R$451,00; JA FIZEMOS VÁRIAS TENTATIVAS DE SANAR O PROBLEMA, MAS SEM SUCESSO. A Zica, tesoureira da prefeitura já nem me atende mais.

Leitor do blog reclama de sujeira na Av. Primeiro de Junho

Sempre leio seus posts no blog http://fernandocabral.blogspot.com/ e acho que são de valor para nossa comunidade bomdespachense.

Através deste e-mail, peço a gentileza de sua colaboração para fazer uma denúncia sobre lotes 'abandonados' que estão gerando um tremendo matagal na região que resido nesta cidade. O descuido destes terremos estão em desacordo com as leais municipais e também geram problemas para todos que moram perto desta região que se destaca no centro de Bom Despacho.

Em anexo a este e-mail, tem o mapa que mostra em VERMELHO a região que está tomada por matos que acabam mais altos que muros, incluindo minha residência. (antiga linha com av. 1º de junho)

Alguns dos problemas gerados com este descuido, são:
   > DENGUE (existe grande número em nossa cidade)
   > Escorpião (já foram encontrados em minha residência)
   > Usuários de Drogas (alguns flagrados pulando o muro de minha residência e até mesmo tentando abrir janelas de casa)

Conto com sua colaboração para me indicar onde fazer essa denúncia e que os responsáveis tomem as devidas providências o mais breve possível.

Muito Obrigado! Gostaria de receber um resposta a respeito do descrito neste e-mail.
Saudações . . .

O carnaval e a rodoviária

O carnaval coloca uma sobrecarga na rodoviária. Sem banheiros, os foliões se aliviam onde podem. Os mais despudorados, nas árvores, muros e becos. Os mais pudibundos procuram os banheiros da rodoviária.

Para fazer frente a essa demanda extra, a prefeitura está a exigir que os servidores que lá trabalham façam hora extra. Há aí duas irregularidades.

Primeira irregularidade

A festa do carnaval tem fins lucrativos. O lucro será embolsado pela empresa que ganhou a licitação. Portanto, qualquer aumento de despesa do município deverá ser bancado por ela e não pelo contribuinte de Bom Despacho.

Segunda irregularidade

As horas-extras serão pagas com dinheiro da roleta dos banheiros. Ou seja, dinheiro não contabilizado.

Não é assim que o município deveria funcionar. Um encarregado de rodoviária não pode lançar mão de dinheiro público e fazer pagamentos "por fora".

Irregularidades momescas

Essas duas irregularidades somam-se às diversas outras havidas nas contratações de bandas e da empresa que monta o cenário da praça.

Nosso carnaval pode ser retumbante. Mas as irregularidades que o cercam são mais ainda.

Estação rodoviária

Na rodoviária as coisas não iam bem. Sujeira, fedor, goteira, desorganização fazem parte do dia a dia. Agora está piorando.

Uniformes

A prefeitura passou a exigir que os servidores que trabalham lá usem uniformes. Até aí, mais do que razoável e justo. O problema é que impuseram aos servidores a obrigação de comprar e pagar por eles.

A R$ 14,00 a peça, o custo por servidor é de R$ 28,00. Valor baixo para a prefeitura, mas muito elevado para um servidor que ganha salário mínimo.

Mas o problema nem é de valor, é de legalidade. Desde quando o empregador pode impor ao empregado o ônus de pagar pelos uniformes exigidos pelo trabalho?

Andarilhos

Os andarilhos ocupam a parte inferior da rodoviária. Ali dormem, fazem sexo, comem e às vezes descomem.

Até agora a Secretaria de Ação Social tem-se mostrado totalmente incompetente para resolver a situação. Talvez por isto o administrador da rodoviária tenha se valido de um jeito esdrúxulo para resolvê-la: tirou a torneira que era usada para lavar a área. Assim - pensou ele - os andarilhos irão embora.

Claro que não! A situação piorou: os andarilhos continuam lá, só que mais sujos, num lugar mais sujo ainda.

Creolina
Além de tirar a água, a prefeitura jogou creolina onde ficavam os andarilhos. É ridículo.

Em primeiro lugar, estão incomodando a todos com o cheiro. Em segundo lugar, será que eles pensam que creolina faz andarilho evaporar?

Porque, se não evaporarem, é certo que apenas mudarão de lugar. Talvez se desloquem para a porta da Santa Casa, talvez se postem na praça defronte ao batalhão, talvez passem para a parte superior da rodoviária.

Prefeitura: ousadia de bandidos

Os fraudadores de licitações têm agido livremente na prefeitura. Funcionam como uma quadrilha bem organizada. Há desde o cabeção (como "il capo dei tutti capi" da máfia), até os paus mandados, passando por alguns níveis intermediários

Supostamente porque tenho denunciado esses ratos que róem o erário, segunda-feira (1/2) recebi interpelação assinada por todos os secretários municipais e mais alguns servidores e outros agentes políticos.

O documento é um ato de ousadia da quadrilha.  De um lado, tentam exibir uma dignidade ofendida que não têm. De outro lado, tentam enconder sua pelagem de lobo ladrão no meio da lã de alguns carneirinhos ingênuos.

Dignidade

A dignidade é uma qualidade moral que cada um cultiva em si mesmo. Aos outros cabe apenas reconhecê-la.

Porém, da mesma forma como um relógio suiço ou um uísque escocês, também a dignidade pode ser falsificada.

Mas, assim como o tempo e as intempéries separam o Rolex do Roskof; assim como o paladar do conhecedor e a ressaca do dia seguinte separam o uísque falso do verdadeiro; também assim o tempo e o olhar atento do cidadão separam a dignidade genuína da torpeza travestida de dignidade.

Nessa interpelação que me enviaram, os fraudadores da prefeitura tentaram falsificar uma dignidade que não têm. Mas essa falsificação não resiste nem ao tempo nem ao olhar do cidadão interessado.

Ousadia inútil

Com a interpelação os fraudadores esperam me intimidar. Pois conseguiram fazer o contrário: me deram mais vontade de trazer seus nomes à luz para que conheçam o opróbrio que merecem. Por isso mesmo, sua ousadia foi inútil. Ou talvez não. Talvez tenha servido como combustível e acelerador.

Lobos e Carneiros

Na fábula de Esopo, o lobo se veste de cordeiro e mistura-se entre as inocentes ovelhas. De dia, fica ao lado delas enquanto pastam; à noite, vai junto com elas para o redil. Esse parece ao lobo um modo fácil de devorar alguns borregos sem fazer força.

Os fraudadores de licitações fizeram a mesma coisa: convenceram ingênuos colegas de trabalho a assinarem com eles a interpelação que me mandaram. Assim, o cidadão que conhece aqueles que não roubam será induzido a pensar que também não roubam aqueles que de fato roubam.

O disfarce é grosseiro, mas pode enganar por algum tempo. Na fábula de Esopo o lobo enganou o pastor durante o dia, mas foi apanhado ao anoitecer. Nesse caso não será diferente: os fraudadores serão apanhados e os cordeiros serão novamente separados dos lobos. Afinal, o crime é fraudar licitação, não é ser pacóvio ou ingênuo.

Ingenuidade

Há uma pergunta que me acicata: por que um secretário ou servidor que nem ao menos participa de licitações assina um documento pedindo explicações a quem afirma haver fraudes em licitações?

Se ele (ou ela) não participa de licitações, certamente não é suspeito de fraudá-las. Então, que ingenuidade é essa de dar cobertura para bandidos?

Isso me intriga. Será mero espírito de corpo? Será que houve pressão de uns sobre os outros? Será que o "capo dei tutti capi" ordenou?

A interpelação
O documento assinado pelos secretários tem várias curiosidades. Entre elas, a exigência de que eu apresente "no ato, todas as provas do alegado".

Desde quando um interpelado apresentará, "no ato, todas as provas do alegado"?

É claro que eu apresentarei as provas. Mas não quando, onde e como os interpelantes desejam, mas quando, onde e como eu escolher fazer. Nas instâncias próprias, tais como o TCU, a CGU, o TCE, a Polícia Federal, a Justiça, o Ministério Público.

Não vou apresentar provas a interpelantes. Mas faço-lhes uma proposta: se quiserem fazer sindicâncias para apurar as irregularidades, então formem comissões compostas por servidores independentes e capazes e eu apresentarei a elas as provas que os interpelantes desejam.

Podemos começar pelas licitações das bandas, passar pela licitação de contratação da empresa que aplicou o processo seletivo, chegar até a contratação de máquinas e equipamentos...

Depois podemos passar para o desvio de combustível; uso indevido de veículos, máquinas e equipamentos, desvio de dinheiro na estação rodoviária.

A lista é grande. Não faltará trabalho para as comissões. E todas elas terão muitas, muitas provas sobre as quais se debruçarem.

Agora, pedir que eu apresente, "no ato, todas as provas do alegado",  sem a constituição de comissões de sindicância ou inquérito só pode ser brincadeira!

Os interpelantes

Em breve colocarei aqui no blog a íntegra da interpelação e também de minha resposta a ela. Nesse ínterim, compartilho com o leitor a relação de quem assinou o documento. Como a lista contém inocentes misturados com fraudadores, de agora em diante teremos um trabalho árduo de separar o joio do trigo

Quando houver o processo administrativo (se houver) e quando houver o processo judicial (que haverá) será possível finalmente separar uns dos outros. Por enquanto os cordeiros ingênuos - por escolha própria deles - terão que compartilhar a companhia dos lobos e ratos, como acontece na lista abaixo.

Até quando, Catilina?

Até quando?
Até quando, Catilina, abusarás de nossa paciência?
Por quanto tempo esse teu rancor nos enganará?
Até que ponto a tua audácia desenfreada se gabará?
Nada te abalaram a guarda-noturna do Palatino,
nada as sentinelas da cidade,
nada o temor do povo,
nada o concurso de todos os bons cidadãos,
nada este lugar fortificadíssimo de reunião do senado,
nada o aspecto e o semblante destes?
Não percebes que os teus planos estão patentes?
Não vês que a tua conspiração já é tida como presa pelo conhecimento de todos estes?
Quem de nós julgas que ignore o que fizeste na última noite,
o que na anterior;
onde estiveste, a quem convocaste, que deliberação tomaste?
Ó tempos! Ó costumes!
Trecho inicial da primeira catilinária (discurso de Marco Túlio Cícero contra Lúcio Sérgio Catilina). Pronunciado no ano 63 AC, ainda vale a pena ser relembrado quando os costumes dos homens públicos caem abaixo do rés do chão, como tem acontecido.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Concurso da Câmara: abertura de propostas hoje, às 14 horas

Será hoje, às 14 horas, a abertura das propostas das empresas interessadas em organizar o concurso da Câmara. Qualquer cidadão pode acompanhar a reunião de abertura.

Local: Câmara Municipal, sala das comissões
Horário: 14 horas

Cursos de informática gratuitos

Estão abertas as inscrições para cursos gratuitos de informática nos centros de inclusão digital. Veja mais infor'mações no texto e na imagem abaixo.

Vimos, por meio deste, avisar que estão abertas as Inscrições para o Curso de Informática em Linux dos Centros de Inclusão Digital. As inscrições serão feitas do dia 01 de Fevereiro de 2010 à 19 de Fevereiro de 2010, em cada Telecentro, sendo eles: Ana Rosa, São Vicente, São José, Ozanan e Engenho do Ribeiro.

Início das Aulas: 22 de Fevereiro de 2010.


Salientamos que teremos vários novos cursos, como: Informática para Concurso, Curso Básico e Intermédiário, Dominando a Internet e vários Minicursos e Oficinas. Procure o Telecentro mais próximo de sua casa e faça logo a sua inscrição.
b56a63c5-6e12-4ad3-81ef-13956069e781