sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Estudante bom-despachense escreve sobre patrimônio imaterial de Bom Despacho e se destaca em concurso de redação do Senado

PDFImprimir
Bruna Clemente Gontijo produziu texto sobre a Língua Tabatinga, utilizada pelos escravos no período do ciclo da mineração
Conhecida como ‘Cidade Sorriso’ por suas belezas naturais e hospitalidade dos mais de 37,7 mil habitantes, Bom Despacho, no centro do Estado, também guarda outra riqueza em sua história. A língua Tabatinga, que hoje é rara, no passado foi comumente utilizada entre os escravos que moravam na região, no período do ciclo da mineração.  Pensando em resgatar esse patrimônio imaterial, a estudante Bruna Clemente Gontijo, de 17 anos, produziu uma redação intitulada ‘Minha cidade: um patrimônio imaterial’. O trabalho de reconhecimento e resgate cultural feito pela estudante do Colégio Tiradentes da cidade, está entre os premiados no ‘5º Concurso de Redação do Senado Federal, Jovem Senador’. A redação conquistou o segundo lugar nacional e o primeiro no estado de Minas Gerais.

“A Língua da Tabatinga era muito falada em um bairro pobre de Bom Despacho, que foi o primeiro bairro da cidade. Ela surgiu entre os escravos que vieram fugidos de cidades da região e ficavam aqui. Com o decorrer do tempo, essa língua foi se perdendo. Hoje, são poucos os falantes da Tabatinga. Alguns habitantes apenas arriscam algumas palavras”, comenta Bruna Clemente Gontijo.

Bruna Clemente Gontijo, de 17 anos, produziu uma redação intitulada ‘Minha cidade: um patrimônio imaterial’.  Foto: Arquivo da Escola
Bruna Clemente Gontijo, de 17 anos, produziu uma redação intitulada ‘Minha cidade: um patrimônio imaterial’. Foto: Arquivo da Escola
 
Com a redação, a estudante ficou em segundo lugar nacional no concurso que teve em sua última etapa 27 redações, sendo uma representante de cada unidade federativa, mais o Distrito Federal. Esses representantes serão premiados com notebook, medalha, certificado e publicação da sua redação no livreto produzido pelo Senado Federal.

As escolas dos três primeiros colocados na etapa nacional, como o Colégio Tiradentes de Bom Despacho, ainda serão premiadas com computadores para uso coletivo. A premiação ocorrerá no dia 19 de novembro. A cerimônia de entrega será realizada no Palácio do Congresso Nacional. “Fiquei muito feliz com o resultado. Feliz por mim, pela minha escola e por minha cidade. Quero que as futuras gerações também possam conhecer esse patrimônio”, finaliza a estudante.

Concurso

O ‘5º Concurso de Redação do Senado Federal, Jovem Senador’ foi realizado com o apoio Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), das secretarias de Educação dos estados e do Distrito Federal. A Secretaria Geral da Mesa e a Secretaria Especial de Comunicação Social, por meio da Secretaria de Relações Públicas, são responsáveis pela organização do Programa. Outra parceira no projeto é a Consultoria Legislativa do Senado.

Nenhum comentário:

b56a63c5-6e12-4ad3-81ef-13956069e781