quinta-feira, 15 de março de 2012

Prefeitura continua sem tira de testes para diabéticos

Os diabéticos de Bom Despacho continuam sem tiras de teste de glicemia. O problema se arrasta desde outubro de 2011, quando as tirar começaram a faltar. Os diabéticos estão angustiados. Especialmente aqueles que sofrem do Tipo I, que exige doses constantes e precisas de insulina.

A ordem judicial

No final de dezembro de 2011 o juízo da 2ª Vara da Comarca acolheu pedido do Ministério Público e determinou ao prefeito que entregasse imediatamente as tiras de teste. Determinou, ainda, multa diária de R$ 1.000,00 por dia em caso de descumprimento (veja trecho da decisão abaixo).
Apesar da ordem e da multa, a Prefeitura não tem cumprido a determinação judicial. Houve um início de normalização no final de janeiro. Entretanto, a melhora não se sustentou. Hoje os diabéticos estão na mesma situação em que se encontravam antes: sem tiras, e sem saber quando a situação será regularizada.

Hoje (15/3) algumas mães de crianças diabéticas devem procurar o Promotor pedindo providências urgentes.

6 comentários:

Anônimo disse...

CULPA DOS VOTOS.

ENQUANTO O POVO APRENDER QUE VERADOR NÃO É TAXI A SAÚDE CONTINUARÁ DESTE JEITO.

SE O VEREADOR FIZER SEU TRABALHO DE FISCALIZAR EM VEZ DE FICAR LEVANDO GENTE AO MÉDICO EM OUTRAS CIDADES. HAVERÁ TRATAMNETO DE SAÚDE PARA TODOS E DE GRAÇA. NINGUÉM PRECISARÁ DOS FALÇOS FAVORES DOS VEREADORES DESONESTOS QUE PRECISAM COMPRAR VOTOS.

Boleka de Mesquita disse...

Uma vergonha e um desrespeito a quem depende de uma atitude simples pra resolver e que as pessoas não tiram o pé do chão!!!

Anônimo disse...

Não é só na saúde que tem problema. Na educação tem um monte. Tenho um filho que estuda na E. M. Flávio Cançado Filho, toda semana a diretora de lá, Dagmar, falta com desculpa de ir ao dentista. Desde de quando tratar de dente é motivo para se ausentar do serviço, uma vez que ela poderia marcar com o dentista dela depois do horário de serviço. Ou será que o dentista dela só atende até as 17:00 horas. Mas a justificativa é que ela falta o horário todo, se pelo menos fosse um período, tipo assim, só no horário mesmo, se o dentista marcasse as 10, ela sairia as 9:50, pois ela tem carro e num instantinho ela estaria lá. Mas faltar um horário todo? Isso que é... Será que os outros funcionários tem o mesmo privilegio para tratar de dente? Ou até mesmo ir ao médico? Será que nunca foi falado, pra eles marcar em outro horário? Isso é uma questão a ser pensada.
A escola até tenta melhorar, mas o que estraga realmente a escola é aquela diretora. Ela só fala de Deus, mas age como um demônio, pois já vi anos atrás ela tratar mau uma cantineira contratada. O diabo também fala a respeito de Deus pra enganar as pessoas.
Toda vez que vou lá na escola ela não está. Hoje fui lá e me informei se ela estaria, mais uma vez dentista... Não pus filho no mundo pra outras crianças baterem, já tentei resolver esse problema, queria tirar meu filho da escola, mas eles não deixam, pois falam que eu tenho que conversar com a Dagmar, mas toda vez que procuro ela não encontro. Desse jeito é bom trabalhar assim. Ganhar dinheiro fácil. E por que tenho que conversar com ela. O filho é meu eu coloca onde eu quiser, será que ela ganha é por aluno? Se não for isso, então porque as mulheres que trabalham na secretaria da escola não me dá a transferência do meu filho e ele é obrigado estudar lá? A irmã de um aluno de lá me contou que ele não quer estudar lá, porque tem uns probleminhas, mas ela não deixa eles quietos, fica sempre mandando recado pra ele ir, já tentou falar com ela, mas ela não convence de jeito nenhum, que ele não quer estudar lá.
Queria saber onde posso formalizar minha denuncia e se vc Sr. Fernando Cabral publicaria esse absurdo e abuso de poder no jornal. Imagino como aqueles pobres coitados dos funcionários de lá trabalham. Com uma chefe desse jeito, também pudera. É um apelo não só meu mais de muitos moradores que tem seus filhos na escola Flávio Cançado Filho. Serviria de alerta para as pessoas e com a divulgação de meu clamor quem sabe poderiamos nos unir pra pedir mais transparência e tomadas de atitudes com estas diretoras que se sentem donas da escola, como é o caso não só daqui, mas de outras como estamos vendo você denunciar.
Fico muito agradecida por todos ouvirem meu desabafo.
Mãe desesperada.

Anônimo disse...

Não é só na saúde que tem problema. Na educação tem um monte. Tenho um filho que estuda na E. M. Flávio Cançado Filho, toda semana a diretora de lá, Dagmar, falta com desculpa de ir ao dentista. Desde de quando tratar de dente é motivo para se ausentar do serviço, uma vez que ela poderia marcar com o dentista dela depois do horário de serviço. Ou será que o dentista dela só atende até as 17:00 horas. Mas a justificativa é que ela falta o horário todo, se pelo menos fosse um período, tipo assim, só no horário mesmo, se o dentista marcasse as 10, ela sairia as 9:50, pois ela tem carro e num instantinho ela estaria lá. Mas faltar um horário todo? Isso que é... Será que os outros funcionários tem o mesmo privilegio para tratar de dente? Ou até mesmo ir ao médico? Será que nunca foi falado, pra eles marcar em outro horário? Isso é uma questão a ser pensada.
A escola até tenta melhorar, mas o que estraga realmente a escola é aquela diretora. Ela só fala de Deus, mas age como um demônio, pois já vi anos atrás ela tratar mau uma cantineira contratada. O diabo também fala a respeito de Deus pra enganar as pessoas.
Toda vez que vou lá na escola ela não está. Hoje fui lá e me informei se ela estaria, mais uma vez dentista... Não pus filho no mundo pra outras crianças baterem, já tentei resolver esse problema, queria tirar meu filho da escola, mas eles não deixam, pois falam que eu tenho que conversar com a Dagmar, mas toda vez que procuro ela não encontro. Desse jeito é bom trabalhar assim. Ganhar dinheiro fácil. E por que tenho que conversar com ela. O filho é meu eu coloca onde eu quiser, será que ela ganha é por aluno? Se não for isso, então porque as mulheres que trabalham na secretaria da escola não me dá a transferência do meu filho e ele é obrigado estudar lá? A irmã de um aluno de lá me contou que ele não quer estudar lá, porque tem uns probleminhas, mas ela não deixa eles quietos, fica sempre mandando recado pra ele ir, já tentou falar com ela, mas ela não convence de jeito nenhum, que ele não quer estudar lá.
Queria saber onde posso formalizar minha denuncia e se vc Sr. Fernando Cabral publicaria esse absurdo e abuso de poder no jornal. Imagino como aqueles pobres coitados dos funcionários de lá trabalham. Com uma chefe desse jeito, também pudera. É um apelo não só meu mais de muitos moradores que tem seus filhos na escola Flávio Cançado Filho. Serviria de alerta para as pessoas e com a divulgação de meu clamor quem sabe poderiamos nos unir pra pedir mais transparência e tomadas de atitudes com estas diretoras que se sentem donas da escola, como é o caso não só daqui, mas de outras como estamos vendo você denunciar.
Fico muito agradecida por todos ouvirem meu desabafo.
Mãe desesperada.

Anônimo disse...

ENQUANTO VOTARMOS EM BANDIDOS!!!
SEREMOS GOVERNADOS POR ELES!!!

Anônimo disse...

CONCORDO COM VC ANÔNIMO AMIGO.

b56a63c5-6e12-4ad3-81ef-13956069e781