domingo, 5 de fevereiro de 2012

Policia Federal e Procuradoria da República investigam Haroldo Queiroz

Em notícia do jornal Correio Braziliense, reproduzida na página da Polícia Federal (clique aqui) a Procuradoria da República instaurou Inquérito Civil Público para apurar desvios de dinheiro praticado pelo prefeito Haroldo Queiroz na canalização do Córrego dos Machados (Palmeiras).

Veja abaixo:

Investigação de convênio

17/01/2012
A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), estatal vinculada ao Ministério da Integração Nacional, assinou um convênio de R$ 4,1 milhões e liberou todo o dinheiro a uma prefeitura suspeita de fraudar a licitação para a contratação da empreiteira responsável pelas obras. A estatal também aprovou a prestação de contas do convênio, que posteriormente foi reprovada pela Controladoria-Geral da União (CGU).
Entre as fraudes perpetradas, falta de passeio e árvores não plantadas
O dinheiro foi integralmente repassado à Prefeitura de Bom Despacho (MG) para a canalização do Córrego dos Machados, numa extensão de 1,5km. Diante das evidências de irregularidades, a Procuradoria da República de Divinópolis (MG) decidiu converter o procedimento administrativo aberto em inquérito civil público. A portaria com a decisão foi publicada ontem no Diário Oficial da União.
18% a mais
A CGU e a Procuradoria da República não foram as únicas instituições a apontarem irregularidades no convênio. A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar a suposta fraude na licitação. O caso já era investigado pelo Ministério Público estadual. E o Tribunal de Contas da União também abriu um processo para apurar "irregularidades praticadas pelo prefeito de Bom Despacho sob a égide do convênio firmado entre a Codevasf e o município".
A portaria da Procuradoria da República cita uma diferença de 18% entre o valor contratado e o valor mencionado no plano de trabalho do convênio. Teria sido essa a razão para a rejeição, pela CGU, da prestação de contas apresentada pela Prefeitura de Bom Despacho. "O prefeito ainda está no exercício do mandato e, por isso, o inquérito policial está no âmbito do Tribunal Regional Federal da 1ª Região", disse ao Correio a procuradora da República Letícia Ribeiro Marquete, responsável pelas investigações. (VS)

6 comentários:

Anônimo disse...

Espero que estas investigações não acabem em pizza. Se realmente houver irregularidades (corrupção) o Prefeito e demais responsáveis sejam punidos e forçados a devolver o dinheiro do povo. Lugar de criminoso é na cadeia, não é por aí solto cometendo crimes.

Anônimo disse...

ve se dessa vez nao fire pissa outra vez

Anônimo disse...

espero gue desa vez nao vire pissa de novo outra vez como sempre sera gue a justiça dessa vez nao vai ser comprada como sempre

Anônimo disse...

ve se a justiça dessa vez nao vai ser comprada como sempre

Anônimo disse...

Isto explica o nervosismo do prefeito roubando maquina fotográfica de pessoas que estão mostrando um pouco do desgoverno deste LADRÃO SAFADO.

Anônimo disse...

Fernando, prepare-se para ter o Haroldo como opsitor na próxima campanha a prefeito. O Vital tem tecido alguns elogios a ele, deve estar vindo alguma surpresa por aí. Vai ser uma grande decepção para os eleitores do Vital.

b56a63c5-6e12-4ad3-81ef-13956069e781