quinta-feira, 3 de maio de 2012

Presidente Dilma fala sobre combate ao crack, inclusão digital e acidentes de trânsito

Terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 às 9:05

Estados e municípios já podem ter acesso aos recursos para combater o crack, diz presidenta(*)

Conversa com a Presidenta Os estados e municípios já podem ter acesso aos R$ 2,1 bilhões destinados pelo governo federal para o combate ao crack pelo Plano Crack, é possível vencer, lançado em dezembro do ano passado. Na coluna Conversa com a Presidenta, publicada hoje (28) nos jornais, a presidenta Dilma explicou à professora de São Paulo Isadora Bueno que o crack pode ser derrotado com ações de cuidado, prevenção e repressão.

Segundo a presidenta, para o tratamento dos usuários de crack e outras drogas, inclusive o álcool, serão abertos 3.614 leitos nos hospitais do SUS. Haverá ainda 308 consultórios de rua, com médicos e enfermeiros nos locais de maior concentração de usuários. O governo também pretende investir “fortemente” na prevenção com a capacitação, em 42 mil escolas públicas, de 210 mil educadores e 3.300 policiais militares que atuam no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd).
“E para intensificar o combate ao tráfico, contrataremos mais 2 mil policiais para as Polícias Federal e Rodoviária Federal. Repassaremos recursos a Estados e municípios para que façam policiamento ostensivo e integrem as ações policiais. Estas e diversas outras ações devem envolver a participação de toda a sociedade para que a nossa luta seja vitoriosa”, disse a presidenta.
Dilma Rousseff informou ainda, em resposta ao biólogo Adalberto Luz, de Florianópolis, que as campanhas desenvolvidas pelo governo e a fiscalização mais intensa têm reduzido o número de acidentes de trânsito.
“No Carnaval deste ano, por exemplo, o número de mortos foi 18,5% menor que no do ano passado e o de acidentes caiu 22,5%, apesar do aumento da frota em circulação. Esses números são resultantes da operação Rodovida, realizada pelas Polícias Rodoviárias Federal e Estaduais, órgãos de Segurança dos Estados e Detrans”.

E em resposta ao estudante Benedito dos Santos, de Volta Redonda (RJ), a presidenta afirmou que o governo está trabalhando para ampliar os programa de inclusão digital, a exemplo da instalação da Cidade Digital em Piraí, também no Rio de Janeiro. Segundo ela, em março, o governo vai lançar o Projeto Piloto de Cidades Digitais em 80 municípios. O objetivo é permitir que a população possa se conectar à internet de forma gratuita em locais públicos, como praças e rodoviárias. Outra ação do governo é a implantação da banda larga nas escolas públicas de todo o Brasil. Até 2011, 58.754 escolas já estavam conectadas por banda larga à internet.
A presidenta Dilma explicou que, em cinco cidades, incluindo Piraí, foi implementado em 2008 o programa Um Computador por Aluno, que começou como experiência. Na segunda fase, foram adquiridos 150 mil computadores para professores e estudantes de 380 escolas.
“Os municípios podem adquirir computadores para suas escolas de empresa selecionada por pregão eletrônico realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O governo coloca à disposição dos municípios linha especial de crédito do BNDES. Qualquer estado ou município pode se habilitar. Em 2011, foram adquiridos 345 mil laptops, com investimentos de R$ 123 milhões. Todos esses projetos visam ampliar o acesso de estudantes e cidadãos em geral aos recursos da informática.”
(*) Transcrito de http://blog.planalto.gov.br/estados-e-municipios-ja-podem-ter-acesso-aos-recursos-para-combater-o-crack-diz-presidenta/

Nenhum comentário:

b56a63c5-6e12-4ad3-81ef-13956069e781