terça-feira, 31 de julho de 2012

Propostas para recuperar a saúde em Bom Despacho

Um JEITO NOVO de cuidar da saúde do bom-despachense
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Nosso governo enfrentará com coragem os problemas da saúde. Essa é uma decisão política inabalável. Acabaremos com as filas e não deixaremos que se formem novamente. Veja, abaixo, algumas de nossas metas

DIRETRIZES PARA A CONSTRUÇÃO DA SAÚDE

OBJETIVO GERAL 
Proteger e promover a saúde e o bem-estar dos nossos cidadãos.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS 
* Disseminar informações no sentido de melhorar o nível geral dos conhecimentos da população sobre os fatores essenciais para uma vida saudável, muitos dos quais se situam fora do setor restrito da saúde;
* Promover o planejamento urbano para o desenvolvimento saudável das nossas cidades, garantindo ações integradas para a promoção da saúde pública;
* Garantir a equidade no acesso à saúde com especial atenção aos pobres, o que requer a elaboração regular de indicadores sobre o progresso na redução das disparidades;
* Promover estudos de avaliação da saúde pública, a gestão participativa e o controle social sobre o sistema de saúde;
* Determinar que os urbanistas integrem condicionantes de saúde nas estratégias de planejamento e desenho urbano;
* Promover a prática de atividades físicas - individuais e coletivas - que busquem enfatizar os valores de uma vida saudável.

AÇÕES CONCRETAS 
* Construir PSFs para atender 100% da população. Estima-se de 3.000 a 4.000 cidadãos por equipe.
* Construir hospital municipal com Pronto Atendimento, incluído unidade de tratamento intensivo
* Adquirir e manter ambulâncias equipadas
* Fazer mutirão para acabar com as filas de exames e cirurgias no prazo máximo de seis meses
* Fazer entrega domiciliar de medicamentos para idosos, doentes crônicos e pacientes com dificuldade de locomoção
* Educar o cidadão para que se habitue a usar o PSF, só recorrendo ao PAM em casos de real urgência
* Garantir o fornecimento de todos os remédios receitados pelos médicos do município
* Incentivar as equipes dos PSFs mediante gratificações financeiras e reconhecimento público de acordo com os resultados obtidos na prevenção, controle e redução de doenças crônicas, especialmente diabetes, hipertensão e obesidade.
* Adotar no PAM um protocolo de classificação de urgências


AVALIAÇÃO DE RESULTADOS

Todo programa de governo deve ser avaliado por seus resultados objetivos e subjetivos. Os programas voltados para a saúde não são exceção. Implantaremos uma sistemática de avaliação continuada, com pontos de concentração a cada seis meses.

Do ponto de vista subjetivo, verificaremos, a cada período, se o cidadão, na média está mais ou está menos satisfeito com o atendimento na saúde. Esse medida refletirá como o cidadão percebe o resultado dos programas implantados.

Do ponto de vista objetivo, avaliaremos parâmetros reconhecidos mundialmente. Entre eles:

* Diminuição da mortalidade infantil
* Diminuição d incidência de cáries entre crianças e adultos
* Diminuição de incidência de fatores de risco, tais como obesidade, diabetes e hipertensão
* Resolutividade

Dessa forma, o poder público poderá investir tempo, dinheiro e recursos humanos onde sejam mais necessários e onde tragam os melhores resultados.


Nenhum comentário:

b56a63c5-6e12-4ad3-81ef-13956069e781